2010 em um disco e uma música, por Pamela Leme

Disco: Apanhador Só – Apanhador Só

Ouvi outros grandes discos neste ano. Spoon, Flowering Inferno, Dr. Dog, Tulipa, Gil Scott-Heron, Sufjan Stevens, Beach House, B Fachada, The Walkmen, John Legend & The Roots, Joanna Newsom e Garotas Suecas são alguns dos artistas que lançaram trabalhos impressionantes em 2010. Mas o álbum do Apanhador Só, embora me coloque numa situação muito complicada por aqui (além de acompanhar toda sua gestação, participei da promoção desse lançamento), é uma peça que, inevitavelmente, recomendo como imperdível. Ao andamento de sua instrumentação cuidadosamente elaborada (quase como um carrossel) somam-se a doçura demolidora de temas que desconstroem bons costumes, os fascinantes personagens multi-dimensionais (Maria Augusta, Rei, Zé, Jesus, padeiro, coveiro) e o projeto gráfico refinado. Um produto que ajudei a tornar conhecido, mas que leva assinatura de Alexandre, Felipe, Fernão e Martin. E só deles.

Música: Emicida – Outras Palavras

Eu sei, está na mixtape lançada em 2009, mas é certamente a música que mais ouvi neste ano. Me acompanhou na van, no ônibus, no avião, durante os muitos horizontes que atravessei a trabalho ao lado das bandas que agencio e produzo na Alavanca. Encaro como bom tratado da minha vida neste ano. Encontro nela meu ímpeto desbravador, a vontade de fazer esse negócio dar certo, o acúmulo de funções e responsabilidades, o cansaço, as reflexões, a saudade, as novas amizades e a eterna necessidade de, diante de tudo isso, tirar um tempo para mim. Sem contar que Emicida é um cara com quem cruzei muito na estrada, em festivais e shows por aí. Participou de projetos meus, como a Versão Brasileira, festa que conduzi com Romulo Fróes no primeiro semestre. Me dá um baita otimismo vê-lo colher tamanha repercussão, especialmente em 2010. É prestigiado por uma coisa que ninguém pode comprar: talento. Emicida é inspirador.

.

Pamela Leme (@pamela_leme) é uma das cabeças por trás da Agência Alavanca.

  • Fernanda

    Nossa, Apanhador Só também é o meu disco preferido do ano. Letras simplesmente maravilhosas e uma sonoridade que me deixa calma e instigada ao mesmo tempo…

  • sensacional! esse é disparado o disco do ano pra mim também.
    all right!

  • Um dos melhores discos do ano com certeza!

  • Eu baixei esse álbum mas infelizmente veio incompleto.
    Gostei do projeto gráfico.