2010 em um disco e uma música, por Rafael Rocha

Disco: Yeasayer – Odd Blood

Escolher um disco só é crueldade, quase tortura. Mas, entre os discos que eu escutei bastante, esse com certeza teve um destaque diferenciado. Com suas melodias extremamente pop e arranjos imbecis de tão malucos, o Yeasayer me cativou afú. Me fez até refletir sobre onde estará o pop dentro do indie/rock/eletro – com certeza muito presente, mas não de uma forma tão escrachada como acredito que estávamos acostumados a ouvir. Mostrei esse disco para os comparças do Wannabe Jalva e foi piração.

Música: Apanhador Só – Bem-Me-Leve

Minha relação com essa música é um pouco peculiar. Como fui responsável pelo projeto gráfico do disco, acabei o escutando umas 234234 vezes. E me lembro que quando terminei a arte da capa, cliquei na primeira música (eu tinha o disco na ordem errada, hahaha) e começou com “Bem-Me-Leve”. Bateu na hora um sentimento muito bacana, e aquele som ficou marcado como “A” música deste puta disco. Depois do lançamento continuei escutando cada vez mais, e essa música sempre me chamava a atenção.

.

Rafael Rocha (@rafarocha_) faz parte da direção da revista Noize e é guitarrista da banda Wannabe Jalva.