5 discos que influenciaram o primeiro disco do BIKE

BIKE - Foto Gabriel Rolim

BIKE é uma banda dos arredores de São Paulo, que lançou o seu primeiro dsico no ano passado e vai na linha alucinógena da psicodélia dos anos 70. Bom, e é claro que por isso, o álbum e o Julito, vocalista e guitarra da banda, iriam escolher vários artisas  e discos viajandões para vocês escutarem. Dá um sacada no que ele apontou como influência para 1943, primeiro álbum da banda que saiu no ano passado.  Além de Julito, o BIKE é Diego (guitarra e voz), Hafa (baixo e voz) e Gustavo (bateria e voz).

Pink Floyd – The Piper at the Gates of Dawn

Esse disco tem influência absoluta no 1943, é o primeiro album do Pink Floyd, o único com o Syd Barret na formação e é referência pra qualquer disco psicodélico criado depois de 1967. Syd inspirado pelas suas experiências alucinógenas criou canções experimentais e viajantes que são lembradas até hoje e ainda tem uma música chamada BIKE.

Walter Franco – Ou não

O primeiro disco do Walter Franco é de 1973. Ele conseguiu criar um álbum recheado de experimentação, psicodelia e melodias raras. Foi um grande impulso para que o disco do BIKE fosse todo em português, aprendi com ele que não precisaria melodias vocais óbvias e nem rimar “amor” com “dor” pra soar legal.

The Rolling Stones – Their Satanic Majesties Request

O albúm psicodélico dos Stones saiu no final de 1967 com a nova onda psicodélica que estava rolando na música. Vejo como a grande obra do Brian Jones, foi o último disco que ele teve participação nas composições e trouxe algumas novas referências e é inevitável negar que tenha referências do Syd Barret, é só ouvir “In another land”. Um disco genial.

Belchior – Alucinação

Outro disco que abriu minha cabeça para escrever em português. Sempre toquei em bandas que cantavam em inglês e no BIKE resolvi mudar o caminho, as letras do Belchior cheio de citações e referências a artistas que vieram antes dele também são uma influência na forma como escrevo. Só tenho que agradecer a quem me mostrou esse disco, mas não lembro quem foi.

Tame Impala – Innerspeaker

É inevitável lembrar do Tame Impala, o primeiro disco deles é uma síntese da psicodelia da década de 60 revisitada mais de 40 anos depois, eles conseguiram abrir o portal pra nova psicodelia e sem dúvida são referência pra maioria das bandas que surgiram depois de 2010. Certamente uma referência pro nosso disco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *