A arte do design, das fotos e dos encartes de discos feitos por Neil Krug e Leif Podhajsky

foals

Foals, por Leif Podhajsky

Você já se perguntou o quanto uma capa de um CD pode ser muito importante e o quanto ela influência no estilo de um grupo? Provavelmente você se apaixonou por alguma capa de banda preferida por aí, desejando muito poder ter aquela imagem estampada bem gigante em sua camiseta. Já se perguntou quem poderia ser o artista por trás de toda aquela arte fotográfica e gráfica que proporciona algumas das grandes capas de discos, recentemente?

first aid kit

First Aid Kit, por Neil Krug

Selecionamos dois dos nossos fotógrafos e designers gráficos preferidos e que admiramos como uma rica referência. Se você é apaixonado por encartes e faz questão de ter em mãos um registro legal de suas bandas preferidas, vale a pena dar atenção às dicas a seguir, já que é muito fácil fazer download de tudo e, com isso, esquecer alguns trabalhos de grandes designers e de suas obras de arte.

tame impala

Tame Impala, por Leif Podhajsky

Podemos resumir o trabalho do fotógrafo Neil Krug em uma palavra: psicodelia! Saturação de cores e as sobreposições dão aquele ar de anos 70 e essas são as características mais fortes de Neil. A temática mais explorada por ele é o surrealismo, uma mistura de Dali combinado com uma explosão de tons quentes, como o vermelho e o amarelo.

fuel fandango

 Fuel Fandango, por Neil Krug

O misticismo também mostra grande presença em suas obras, com foco em pontos de luz e elementos da natureza, como a água e fogo. Além de ser fotografo, Neil também é diretor de vídeos, que são sempre ricos em planos abertos com muitas áreas planas e cheias de mistério.

scissor sisters

Scissor Sisters, por Neil Krug

O diretor de arte e designer gráfico Leif Podhajsky , explora temas como a conexão, o amor, a magia e a relevância da natureza e da experiência psicodélica. Podemos enxergar diversas técnicas gráficas, como a simetria, utilização de padrões, equilíbrio e repetição, além da diversidade de cores que acabam por se mesclar a uma mistura quase orgânica. Suas obras têm por objetivo entrar em um estado de consciência pouco explorado no mundo em que vivemos. Podhajsky busca atingir essa consciência utilizando imagens da natureza representadas de maneira psicodélica.

lykke li

Lykke Li, por Leif Podhajsky

É praticamente impossível olhar a arte de Neil Krug e Podhasjsky e não se impressionar com suas obras.

Texto originalmente publicado em Fora do Básico.

  • Rafael

    Incrível esse post, de uma sensibilidade única!! Parabéns!

  • Maravilhada :)

    coolzice pura, meu caro!