Adeus, Poléxia!

Nunca escrevi sobre o Poléxia por aqui, e é uma pena que o primeiro artigo sobre a banda venha carregado com uma notícia tristíssima. Embora o grupo paranaense esteja em atividade desde 2002, só vim a conhecer seu trabalho no início do ano, com A Força do Hábito, lançado em 2009 com um potencial arrebatador e, sem dúvida, um dos três melhores lançamentos nacionais da vez.

Nessa quarta-feira, véspera de feriado, o vocalista Rodrigo Lemos postou no Orkut uma mensagem de despedida, a “carta ao fã de Poléxia”:

“Queridos amigos e fãs,
É com um pouquinho de tristeza (mas com a certeza de que tudo valeu a pena) que informo o término das atividades da Poléxia.
Buscaremos caminhos diferentes para nossas vidas, nos reunindo eventualmente para comer, beber, dar risada e tocar.
Agradecemos por todo o carinho recebido ao longo destes sete anos de estrada; bem como a compreensão pelos hiatos, trocas de formação e outros poréns.
Dedico gratidão especial aos amigos apoiadores Fabiana Bubniak, Rafael d’Avila, João Marcelo Gomes, Felipe Simas e Virgilio Milléo; às nossas famílias, e aos que já passaram pela banda: Allan Yokohama, Juninho Jr, Anderson Tieta, Vinny Moura, Raphael Moraes, Fabrício Schizo, Francis Yokohama e, finalmente, João Davi, que se juntou a nós para uma última apresentação neste final de semana que passou.
Quanto a Dudu e Neto, desejo sempre tê-los por perto. Vocês fazem parte de minha vida tanto quanto eu a tomo por minha (acho que dividimos momentos inesquecíveis e ainda temos muito para dividir).
De presente para o fã, fica o disco recém ofertado “A Força do Hábito”(2009), que a banda disponibiliza virutalmente em www.polexia.com.br
‘Segue’.”

E assim fica minha sexta-feira: com um clima fodidamente mórbido. De qualquer forma, agradeço ao Poléxia por me apresentar canções que vão ficar por longos e belos meses em loop no meu iTunes. Obrigado.

  • Ana

    triste, muito triste. :/

  • Pois é. Gosto da banda desde seu começo, e em pouco tempo já era minha banda preferida.

    Após o lançamento de um ótimo CD, aguardado há anos pelos fãs, chega ao fim.

    Entendo os motivos deles, mas ainda assim é triste.

    Que pena.

    🙁

  • Francis Yokohama

    Realmente é uma pena.

    Grande banda, grandiosas composições e carisma de sobra.

    Agradeço ao Rodrigo, Neto e Dudu por terem me convidado para fazer
    parte dessa “loucura”.

    Grande abraço.

  • Denise Vega

    Eu não tive a oportunidade de ir no show … é realmente muito triste!

  • Ana

    Olhem pelo lado bom, Rodrigo Lemos continua trabalhando n’A Banda Mais Bonita da Cidade, e não deixa a desejar.

  • Vinicio

    É isso mesmo Ana, ele continua trabalhando e por sinal está ”trampando” muito bem! hehehe

    Capitão Romance (Ornatos Violeta) – A banda mais bonita da cidade
    http://www.youtube.com/watch?v=X4Bnpp0h_HI