Americano chama músico do Depeche Mode para ajudá-lo no tribunal

Notícia para descontrair, galera. O cenário é o seguinte: Erik Estavillo, um californiano viciado em computador e em videogames, resolveu processar a empresa fabricante do jogo World of Warcraft, pois tal jogo está tirando a noção de vida real que o moço aparentemente tinha e o deixando à beira da depressão. Mas calma, a parte engraçada ainda está por vir.

wow

Te vejo no Tribunal, bitch!

Para testemunhar a favor de Estavillo, o “gamer” quer chamar ao tribunal o guitarrista do Depeche Mode, Martin Gore, alegando que o músico é um expecialista em depressão, tristeza e alienação, como suas músicas aparentemente revelam! Sério!

Além de Gore, Erik pretende chamar também a atriz Winona Ryder (haha!). O americano já tem em seu histórico processos não tão bem sucedidos contra a Microsoft, Sony e Nintendo. É, aparentemente já sabemos como esta nova “batalha épica cheia de criaturas judicial” irá acabar.

  • Do jeito que o sistema judicial americano é, se o cara tivesse brincado um pouco menos na hora de formular o processo não duvido que ele conseguiria levar uma bolada pra casa…

  • Duque

    eu ri do:“batalha épica cheia de criaturas judicial” hahaha