Após denúncia de machismo, Apanhador Só “para as atividades da banda”

A maioria de vocês já deve estar sabendo. A ex-namorada de um dos integrantes, a Clara Corlenone, escreveu um desabafo no Facebook descrevendo uma relação em que o respeito e a consideração pelo outro foi para o saco. E pior, está claro, como o músico Felipe Zancaro se aproveitou do seu papel de homem e foi machista com a moça. Muitos abusos, agressões, sexo sem camisinha em traições e doenças sexualmente transmissíveis para a namorada. Nada legal.

Vi gente buscando descredibilizar a moça, que achou que o melhor seria expor a situação na internet. Sinceramente, há casos e há casos, mas este meio que mereceu ser colocado lá. Pois se não fosse, onde seria? Vamos continuar vivendo situações de abusos e ficarmos caladas? Creio que não. Muita gente veio dizer que na verdade era um relacionamento e que por isso, não se deveria falar nada, mas não é chegar naquela velha clássica de “em briga de marido e mulher ninguém mete a colher”? Esse momento já passou, não?

Bem, após toda a confusão, o músico foi ao Facebbok se desculpar, mandou a clássica “fui criado machista” e “estou mudando”. Leia aqui. A banda após a repercussão na internet resolveu parar com as atividades e cancelou toda a turnê. É muito triste ver esse tipo de coisa acontecer com uma banda que estava em ascenção e que faz um belo disco, como nos contou nossos colaborador Wagner Moreira.

Não sabemos quais serão os próximos passos, mas torcemos para que as coisas se resolvam da melhor maneira. Ficou complicado para a banda continuar suas atividades, mas não dá para colocar panos quentes em uma acusação tão contudente. Ah, e vamos parar de julgar as mulheres por terem fotos sensuais no Facebook ou por elas terem vida sexual ativa.