BaianaSystem mistura funk e kuduro em novo single com Titica

BaianaSystem e Titica juntos em single e no Rock in Rio. Foto: Felipe Gabriel/Red Bull

BaianaSystem vai se unir a Titica no Palco do Rock in Rio dia 22 de setembro e para comemorar a data, a banda e a artista angolana se uniram a Margareth Menezes para lançar o videoclipe e single de “Capim Guiné”

“Capim Guiné tem cheiro de mato que liga a Bahia à Angola. Tem a força da certeza de que multiplicados somos mais fortes, temos um norte, um guia. E somos aqui mais uma vez guiados pela música, que trouxe até nós Titica, cantora angolana com o poder de quebrar as fronteiras e chegar bem perto do nosso canto. Que trouxe também a força da natureza que é a voz de Margareth Menezes, fazendo ecoar um sopro de Bahia em direção a África”, diz o BaianaSystem em nota enviada à imprensa.

A música foi produzidoaem parceria com Dudu Marote, gravado no Red Bull Station (que abriu espaço para vários artistas nacionais que passaram/rão no Rock in Rio) sai como um canto de celebração, de fé no festejar e da ligação direta com o intuitivo. Lançado mais uma vez de maneira independente, “Capim Guiné” vem completar um ciclo que passou por Duas Cidades, caminhou no “Invisível” e segue na trilha natural das origens do grupo. Inclusive, o videoclipe, tem muito a ver com o clipe de “Invisível”.

Temos novamente uma representação humana sem rosto, mas negra, marcada e ao memso tempo forte. Com unhas longas e rosto escondido atrás de uma máscara de renda e vestimentas africanas. Ambientado na Casa Preta, espaço cultural do bairro 2 de Julho, em Salvador, temos pela primeira vez o vocalista Russo Passapusso em um clipe do Baiana.

E para quem não conhece, Titica é a Pabllo Vittar de Angola. A artista é simplesmente a maior expoente do Kuduro no mundo e a música lançada faz uma mitura com o ritmo e com o funk, numa união entre a periferia dos dois países, Brasil e Angola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *