Clipe: The Strokes – Under Cover Of Darkness

Uma das melhores músicas da temporada finalmente ganha clipe. Sem lançar um vídeo oficial deeeeesde “You Only Live Once”, os Strokes se vestiram a rigor para uma apresentação de gala em uma casa/hotel/palácio/castelo/whatever bem elegante e mandaram o single “Under Cover Of Darkness”. Nada de mais na filmagem, mas a música salva. E como bem disse o Henrique Sauer, antes assim do que ser o OK Go:

Angles, quarto trabalho da banda, será lançado no próximo dia 21.

  • Ricardo

    Strokes perdeu a mão de como fazer as coisas =T! Clipe ruim!

  • mesmo sendo uma merda pra muitos, mas pra fã que é fã mesmo uma merda é boa. rsrs

  • gente to dormindo de emoção aqui
    clipe ruim

  • Pedro Cruz

    Era uma vez uma salvação do rock

  • Pingback: Quadrisonices: vazou o disco do R.E.M., nova do TV on the Radio, clipe do Strokes, o mistério do Third Twin e mais « QUADRISÔNICO()

  • Karen

    O clipe pode não ser um dos melhores que eles já fizeram, mas tá cheio de mensagens pra quem é fã.

  • mensagens? tipo o que, karen? fiquei curioso =D

  • Fantastico! Simples e bem executado. Ideia boa, sem muita frescura e Strokes na veia!

    Amei!

    Vida longa The Strokes!

    Alexandre Lacerda

  • corrigindo o amigo aí, o último clipe lançado foi o de You Only Live Once, dá pra se notar pelo começo de Under Cover of Darkness. nem precisaria ser pesquisado isso.
    Sinto que no Move That Jukebox rola um jornalismo musical meio preguiçoso, a maior parte do tempo. No mais, ótimo clipe! completo de referências do início ao fim, que em seus últimos segundos me comovem com a ideia da orquestra e os sorrisos que dão para si mesmos após os aplausos.

    muita expectativa por Angles!

    ABS BR

  • Nadyne

    Poxa cara, acho que disseram tudo, só Julian mesmo pra ter botado esses meninos nessa beca!! kkk Bem simples e objetivo… será uma nova era Strokes?? Bem, só posso dizer que eles estão bem empenhados… os videos dizem tudo… Strokes \m/

  • Roberto

    Concordo com o Bruno Raphael.. esse jornalismo preguiçoso do MTJ é muito triste. Vocês são formadores de opinião, meus queridos.. prestem atenção no que estão fazendo. Parem com esse amadorismo.

  • Karina

    Gostei muito desse clipe, um dos melhores deles pra mim…
    Quanto às referências realmente quem é fã deve captar e gostar.
    A minha preferida é a parte que ele arremessa o apoio do microfone (dsculpa mas ñ lembro o termo correto) IGUAL ao clipe de Last Nite, enquanto canta
    “I’ve been out around this town
    Everybody’s been singing the same song for ten years” D+
    Mais que o clipe fiquei bem empolgada com AS músicas de Angles até agora.
    E por último e mais importante they’re back!

  • Alguém sabe me dizer quem faz os backings/segunda voz?

  • Lenin

    Olha André.
    Quem faz os backing vocals é o Albert . O Julian ate disse que depois do lançamento do cd do Albert ele faria Backing no novo dos Strokes

  • Amanda Costa

    clipe simples, mas bem bolado! E quanto a musica, show de bola! espero anciosa pelo novo album o.o

  • guru do amor

    Vocês reclamam muito

  • Fillipe Abreu

    Adorei a música. Amo Strokes. Odiei o clipe.

  • Dani

    Strokes voltou UHUUUUUUUUUL vamos animar 🙂

  • Rach

    Achei super simples , e ficou lindo desse jeito.

  • Carlos Frederico

    Achei o clipe muito foda! Não nada de mais, mas é muito bom mesmo! *—*

  • BRUNO APZA

    ae galera para quem falou q o clipe é ruin ai vai uma analise dele…. só quem é Fã entendeu…

    O clipe começa com Julian vestido de maestro, em uma clara alusão à sua liderança na banda. Daí o diretor Warren Fu passa a mostrar os integrantes em um corredor de um teatro antigo de Novos Jersey, cada um em um canto, bem separados mais ainda juntos (lembra da história das carreiras solo?). A próxima cena foca numa grande cadeira vazia na ponta de uma longa mesa, numa sala onde todos os integrantes estão, menos Julian. O vocalista é mostrado sozinho, suas habilidades de atuação AFLORAM, e ele canta a música de maneira a se mostrar inquieto, confuso e perturbado. Julian “dá as cartas” (em outra alusão à sua liderança polêmica) e joga fora a bebida que está na taça que segura (ele declarou recentemente ter parado de beber).

    Em certo momento Julian parece se cansar da posição em que se encontra e se levanta disposto a mudar. E é com a sequência que vem a seguir que o diretor faz a alegria dos fãs mais saudosos. Por volta do minuto 2:05, o vocalista repete exatamente os mesmos gestos que fez no primeiro clipe da banda, da música Last Nite, pegando o pedestal do microfone e o jogando pra cima. E faz isso exatamente no momento em que a letra da música diz: “Everybody’s singing the same song for ten years” (o álbum “Is This It?” foi lançado em 2001, estamos em 2011…Faça as contas.)

    As cenas seguintes são de Julian passando pelos outros integrantes, e os ignorando (e sendo ignorado) até um certo ponto. Quando olha pra trás e não vê ninguém, e o solo de Nick Valensi (agora tocando uma Telecaster e não uma Epiphone) começa a encher nossos ouvidos de nada mais do que ALEGRIA, Julian passa a usar o mesmo tipo de figurino que seus colegas (sem perder seus badulaques estilosos, claro) e se dirige para o palco do antigo teatro.

    E é lá que ele termina de cantar a música, agora junto de Nick, Nikolai, Albert e Fabrizio. Ele não é mais o maestro, toda responsabilidade não está mais em suas costas e a presença de todos é ressaltada como importante. A câmera se afasta pra mostrar a platéia e não vemos ninguém, o que me leva a crer que quem aplaude somos nós, na frente do computador. Antes disso, vemos sorrisos de satisfação e felicidade por estarem juntos de novo. Que só não são maiores que os sorrisos dos fãs, que acabaram de assistir o videoclipe e agora tem certeza: eles voltaram e tudo está certo novamente.