Conheça “Live From A Dead Room – A One Take Session”, EP de estreia do músico baiano Benjamin

Vem da Bahia, mais precisamente de Vitória da Conquista, Diego Oliveira, também conhecido pelo nome que resolveu dar ao seu projeto: Benjamin.

Armado somente de um violão e de uma sensibilidade folk incomum no cenário brasileiro, o músico tem em seu currículo um único EP, lançado no segundo semestre do ano passado e que foi gravado em seu quarto, com a ajuda de um gravador portátil – não à toa, o trabalho ganhou o nome de Live From A Dead Room – A One Take Session.

O resultado são sete lindas canções, intimistas de fazer doer, introspectivas a ponto de deixar corações desavisados um pouco abalados. Soando como se fosse um crossver deprê entre The Tallest Man On Earth e City And Colour, Benjamin passeia com naturalidade por arranjos bem estruturados e melodias vocais que, por vezes, chegam a avistar luzes otimistas entrando pelas janelas do tal Dead Room, como na quase ensolarada “Sheets”.

Abaixo, você escuta a íntegra do primeiro EP do Benjamin:

Passeando pelo site do músico, você também encontra fotos e vídeos. Na sequência, temos um deles: “Waters”, com seus acordes grandiosos e refrão memorável.

  • O maior problema não é parecer tudo igual… O maior problema é um cara saber cantar, cantar bem, saber compor, tocar bem e fazer tudo em inglês.

    É quase um des-serviço pra música brasileira.

  • Donangelus

    Concordo em número, gênero e grau com o @igordisco

  • Alan

    Um dos maiores problemas do consumidor brasileiro é achar que ago que não for cantado em português não seja ‘Musica Brasileira’. Música não tem idioma.

  • Extremamente grato pela bela e gentil matéria.

  • ALDEMIR

    Mandando bem PIRIMBÃO mostra o talento que foi erdado do seu pai vô

  • ALDEMIR

    ENSINEI OS PRIMEIROS ACORDES A ELE E DESDE ENTÂO NÃO SOLTOU MAIS O VIOLÂO DEMONSTRANDO QUE IRIA SER UM DOS MELHORES,E PORQUE NÃO DIZER O MELHOR DO BRASIL.