Conheça o Cena Independente, projeto musical que destaca novidades de vários estados brasileiros

Desde o começo do ano, tem rolado um projeto bem bacana – em forma de mixtapes disponíveis para streaming e download – e que tem como objetivo dar um gás na cena indepenente do país, levando  ao conhecimento de quem mora no Paraná, por exemplo, a banda relevação do Piauí – e vice-versa.

Batizado simplesmente de Cena Independente, essa reunião blogueira já conta com 12 nomes, cada um representando um estado brasileiro  – e todos muito bem assessorados por Clara Cortez, editora-chefe do FUGA Underground e grande idealizadora do projeto, que tem o Move That Jukebox como orgulhoso porta-voz do estado de São Paulo. Mais abaixo, você pode ver a lista completa dos blogs e quais estados estes representam.

O Cena Independente é como se fosse a perna nacional do Music Alliance Pact, que reúne 34 blogs do mundo inteiro em uma seleção mensal com as novidades mais quentes de países como Canadá, Argentina, Inglaterra e Brasil. Aliás, o Meio Desligado, site mineiro obrigatório, é membro comum entre os dois projetos.

Pelas quatro edições já realizadas da mixtape mensal, passaram dezenas de artistas e gêneros – de post-rock alagoano a folk carioca; de shoegaze paulista a experimentalismo piauiense; de dub pernambucano a punk amapaense. Uma verdadeira salada fresquinha de bandas, influências, estilos e regionalismos. Pra quem curte descobrir novos sons além de seu quintal, a Cena Independente é a melhor dica de novidades nacionais do ano.

Outro detalhe que vale ser ressaltado são as artes das seleções: em cada mês, um blog fica responsável pela capa da mixtape, que deve ser feita por um artista do mesmo estado do site. A capa da edição de abril, por exemplo, ficou a cargo do paranaense Defenestrando, que convocou o conterrâneo Luciano Costa para ilustrar a reunião da dúzia de bandas e artistas que passearam pela mixtape mais recente do projeto.

No fim do post, você encontra link para todas as três edições já lançadas pela turma. Na sequência, você confere o que 12 blogs de vários estados brasileiros escolheram como melhores representantes de seus estados no mês de abril (a de maio chega no começo de junho, e assim por diante).

Mixtape Cena Independente #4 – Download / Streaming:

RIO GRANDE DO NORTE: FUGA Underground
Luiz Gadelha – Não Tem Graça
pop
Luiz Gadelha é baixista e um dos principais compositores da banda mais querida do público natalense atualmente: o Talma&Gadelha. Apesar do sucesso recente, sua história na música potiguar já tem longos anos. Bastante eclético, o músico já esteve ligado desde projetos de MPB a drum ‘n’ bass. Em março passado, Luiz lançou Suculento, seu primeiro disco solo. O álbum é marcado por composições singelas e delicadas, que revelam sempre um compositor apaixonado. Falando de saudade, Não Tem Graça aparece como uma das faixas fortes do disco.
Para quem gosta de: Ludov, Pato Fu, Penélope
Mais do músico no Facebook

MINAS GERAIS: Meio Desligado
Leonardo Marques – Linha do trem
indie/folk/lo-fi
Uma nostalgia melódica marca o CD de estreia de Leonardo Marques, Dia e noite no mesmo céu. Suas canções remetem a cenários bucólicos, românticos e solitários, alguns deles bucólicos, como nesta Linha do trem. Membro do Transmissor, banda mineira em constante ascensão, e ex-guitarrista da Diesel (posteriormente Udora), banda pós-grunge de relativa fama, em seu trabalho solo Leonardo gravou todos os instrumentos (exceto bateria) em um esquema caseiro e intimista.
Para quem gosta de: Elliot Smith, Clube da Esquina, Jon Brion
Mais do músico no site oficial

SÃO PAULO: Move That Jukebox
Curumin – Selvage
pop/reggae/neo-MPB
O gingado e o andamento de “Selvage” lembram, de forma inusitada, “Friday Night”, de Lily Allen. Mas as semelhanças param por aí. A novidade do multiinstrumentista é cheia de brasilidades, dessas que percorrem o pop fácil e ritmos locais em segundos. A guitarra é quase regueira e libera acordes tímidos, enquanto a bateria eletrônica é a base ideal para a voz de Luciano Nakata passear pelos versos da música. “Selvage” é parte de Arrocha, novo disco do Curumin.
Para quem gosta de: Céu, Criolo, Lucas Santtana
Mais do músico no Soundcloud.

PERNAMBUCO: AltNewspaper
Raoni Santos – Ruído Intencional
instrumental/experimental/eletrônico
Ruído Intencional é uma faixa que integra um projeto de experimentos assinado com o nome do músico Raoni Santos. São faixas em que são testadas as liberdades proporcionadas pela música instrumental. Nesta proposta, os elementos eletrônicos e de ambiência estão mais presentes, diferente do seu outro projeto, o Crooneres Decadentes, que têm composições com letras. No entanto, em ambos, o músico compõe, toca e realiza toda a produção das faixas.
Para quem gosta de: Hurtmold, Toe, Constantina
Mais do músico no SoundCloud

RIO DE JANEIRO: RockinPress
Tipo Uísque – Bend Your Knees
alternativo/funk
Nasceu assim, “um nome direto, tipo Uísque” e já anotam dois EPs: Afague e Home, ambos pelo selo SLAp (Som Livre Apresenta). A banda se apresentou no palco do Lollapalooza no dia do Foo Fighters – escolha que aconteceu talvez pelo som pesado e bem arranjado que o sexteto produz. Além de terem feito parte da novela Malhação e terem três ex-integrantes do programa Geléia do Rock, já ganharam os palcos de outros grandes festivais do país e abriram para várias bandas internacionais.
Para quem gosta de: Red Hot Chilli Peppers, The Gossip, The Mars Volta
Mais da banda no Myspace

PARAÍBA: Atividade FM
Glue Trip – Júlio
dub/chillwave/psicodélico
A concretização de um projeto musical veio para expandir a diversidade sonora da Paraíba. Formado pelos guitarristas Lucas Moura (Monstro) e Felipe Augusto, o projeto (que existe há três anos) lançou em abril sua primeira música do primeiro EP. Foi de impressionar que com o lançamento de apenas uma música a batida “viajosa” do duo agradaria a tantos ouvidos.
Para quem gosta de: Peaking Lights, Clutch Hopkins, Omar Rodriguez Lopez
Mais da banda no Facebook

MARANHÃO: Shock Review
Souvenir – Pixel
rock/lounge/eletrônico/drum’n’bass
Com a proposta de fazer com que o público tenha várias sensações e sentimentos que só a música pode proporcinar ao mesmo tempo, a banda Souvenir começa 2012 divulgando o single Pixel, que será o “carro-chefe” para divulgação do trabalho da banda. Rock, jazz, trip hop, rock britânico, lounge, eletro-folk, eletrônico e drum’n’bass são os elementos que compõem todo o trabalho e essência da Souvenir, fazendo com que não deixeM nada a desejar para quaisquer outras bandas que seguem a mesma linha.
Para quem gosta de: Radiohead, MGMT, Gorillaz
Mais da banda no Melody Box

PARANÁ: Defenestrando
Quick White Fox – She Said
indie-rock/eletrônica/pista de dança
O Quick White Fox é um quarteto de Curitiba formado por — segundo as palavras da própria banda — “três japinhas e um baiano”. Já com alguma experiência nos palcos da cidade, a guitarrista Naomi Sakaguchi e a baterista Mel Toda formaram o QWF algum tempo após terem deixado o Subburbia, outra banda de destaque do cenário indie curitibano. Junto a elas estão a tecladista Debs Sakaguchi e o guitarrista Gean Santos. A banda estreou em 2011 com o EP Summer Trip e lançou, em março de 2012, o clipe/curta-metragem da música She Said, inédita.
Para quem gosta de: Ting Tings, Little Boots, CSS
Mais da banda no SoundCloud

MATO GROSSO: Factoide!
Billy Brown e o incrível Magro de Bigodes – Só por Brincadeira
Se hoje existe um nome para se acompanhar de perto em Cuiabá, com certeteza é o BBiMB. Duo de powerpop que já tem uma pequena legião de fãs na capital mato grossense graças a uma grande performance ao vivo. Só faltava um registro, e esse foi lançado na sexta-feira-treze de Abril: O EP Groove do Malandro tem três boas músicas, mas, com certeza, Só por Brincadeira se destaca e é o hit da banda com sua levada explosiva e estética que remete à música sertaneja, vertente musical que toma conta do Brasil.
Para quem gosta de: Dave Mathews Band, só que ao contrário (pela diferença de integrantes).
Mais da banda no Facebook

PIAUÍ: Uptune
Validuaté – Eu Só Quero Acabar Com Você
rock/experimental
Com a proposta de experimentação rítmica sobre o rock e outros ritmos, o Validuaté apresentou sua própria mistura de elementos da música brasileira e mundial. Combinações que juntam melodias de samba e batidas inspiradas em música pop inglesa dos ano 80, arranjos de vocais inspirados em sambas do século passado, levadas de drum’n’bass e riffs de surf music, ou melodias dançarinas sobre harmonias cíclicas e contagiantes, histórias fantásticas ou narrativas de amores eternos, estranhos ou mesmo de desamor.
Para quem gosta de: Tom Zé, Los Hermanos, Zéu Britto
Mais da banda no seu site oficial

BAHIA: el Cabong
Meu Amigo Pedro – Quem Diria
rock/fok/pop
O nome da banda já dá uma dica, mas só para quem conhece a obra de Raul Seixas um pouco mais — já que é tirado de uma música de Rauzito que não é das mais populares. A inspiração é clara, e o som tem tudo a ver com o roqueiro baiano. Canções — atenção — canções, simples, leves, bem feitas, com foco nas melodias, por vezes até grudentas, embaladas com levadas rock, country, pop e folk quase sempre à base de violões, com vocais claros e bem definidos e letras bem sacadas, acima da média. A banda por trás sustenta tudo isso com guitarra, baixo e bateria, básicos, mas criativos. Ah! Ainda tem um sotaque baiano na medida. Acabam de lançar o EP Ali na Frente, com seis faixas.
Para quem gosta de: Raul Seixas, Nando Reis, Ben Harper
Mais da banda no Melody Box

ALAGOAS: Sirva-se
Imprensa Anônima – Por Trás do Céu
rock/pós-punk
A Imprensa Anônima já participa da cena local ha certo tempo, mas só agora os caras caíram em campo e ganharam força. O resultado disso tudo é a gravação do primeiro EP oficial do grupo. A banda agora se mostra mais madura e eficiente, com uma sonoridade própria e firmando cada vez mais sua identidade. O destaque vai para a música que dá nome ao material, Por Trás do Céu, que tem uma pegada certeira e empolgante, abrindo o EP e mostrando a energia da banda.
Para quem gosta de: Legião Urbana, The Jesus and Mary Chain, Plebe Rude
Mais da banda no TNB

——————————————————————-

Se interessou pelo que já passou pelas outras três edições do Cena Independente? Então se liga nos links a seguir, por onde você poderá tanto ouvir o streaming completo das mixtapes, quanto fazer o download das seleções e ouvi quando e no lugar que quiser:

Mixtape Cena Independente #1 – Streaming/Download
Mixtape Cena Independente #2 – Streaming/Download
Mixtape Cena Independente #3 – Streaming/Download

Conhece ou tem algum blog de novidades musicais nacionais que não é dos estados listados acima? Tá a fim de fazer parte da Cena Independente? Mande um email para: mixtape.cenaindependente@gmail.com.

  • Excelente apanhado. Vou dar uma divulgada!

  • Bruno Montalvão

    Parabéns pela iniciativa!!
    Nossos artistas estão disponíveis também para as próximas mixtapes =)

  • Andre

    Bela Matéria! ficou demais!
    por um acaso vocês ja ouviram o Terno?

  • Sensacional, estamos com obras de artistas da m’usica paraense pra mixtapes.

  • Bruno Broni

    Todos os links de download estão fora do ar!
    D:

  • Leonardo

    Poderiam concertar os links?
    Grato, e parabéns pela iniciativa.