Dez grandes covers: Pearl Jam

Direto da coleção particular deste que vos escreve, dez dicas de boas covers feitas pelo Pearl Jam ao longo da história do grupo. São versões que vão de clássicos do punk, do rock até o r&b. Vamos ao que interessa (a playlist com todas as faixas se encontra logo depois das descrições).

“Sonic Reducer”, cover do lendário grupo punk Dead Boys, com participação do amigo Joey Ramone. A performance data de 1995, em Nova Orleans.

__

“I Believe In Miracles”, dos pais do punk-rock: The Ramones. Gravação feita no show da banda em Curitiba, no ano de 2005.

__

Versão punk rock inspirada em Elvis Presley (detalhe: ao vivo em Las Vegas). O som da vez é “Can’t Help Falling in Love” e a performance é de 22/08/2000.

__

“Don’t Believe in Christmas”, versão do grupo garageiro The Sonics. A performance rolou em Seattle, em  06/12/2002.

__

“Leaving Here”, versão ao vivo de um dos muitos clássicos do The Who.

__

Claro que não ia faltar uma cover de Neil Young, mas não será “Rockin’ In The Free World”, e sim de “Harvest Moon”. Trata-se de uma versão rara, com ótima qualidade de gravação.

__

“Crazy Mary” é uma composição de Victoria Williams, que foi gravada pelo Pearl Jam especialmente para o álbum-tributo Sweet Relief que, entre outros nomes, conta com Evan Dando e Lou Reed.

__

Escrita por Wayne Cochran em 1962, “Last Kiss” fez um tremendo sucesso aqui no Brasil, tanto que muita gente acha (até hoje), que é uma canção original do Pearl Jam.

__

Essa é a exceção da lista, já que se trata de uma versão feita por Eddie Vedder para o clássico “You’ve got to hide your love away”, dos Beatles, para a trilha do filme “Uma Lição de Amor” (I am Sam).

__

Pra fechar, mais um cover de The Who, dessa vez para a sonzeira “Baba O’Riley”, direto do show no Rio de Janeiro, em 2005.

  • Camila

    O melhor cover que o Pearl Jam já fez na minha opinião foi de “Love Reign O’er Me”, do The Who também. É muito puro, muito visceral, e ainda foi incluido na trilha sonora do filme sobre o 11/09 também chamado “Reine Sobre Mim”.

  • Daniel

    Concordo com o Reign O’er Me… ficou mt bom mesmo.

  • Ianie

    Cover de “Mother” do Pink Floyd.

  • Fabiana Nascimento

    Sitting on the Dock by the Bay
    http://www.youtube.com/watch?v=unOWPDzgUqU

  • igor

    Hunger Strike conta? e Crown Of Thorns? 😀

    tem ainda Kick Out The Jams; Intellestar Overdrive; Sleepless Nights; Mother…

    do Eddie solo teve Society; Hard Sun; Blackbird; All Along the Watchtower… com o Jack Irons teve Shine On You Crazy Diamond…

  • Daniele

    Faltou também um cover do Eddie com o Julian Casablancas, Mercy do Marvin Gay…gosto muito ^^

  • Tem também fazendo “A Quick One” do Who:

    http://www.youtube.com/watch?v=tpF8Dw_YmL8

    Outra do The Who feita pelo PJ da qual gosto muito (The Real Me):

    http://www.youtube.com/watch?v=3jnQ3XVXMyk

    Parabéns pela matéria, ficou bem legal.

  • Leocádia

    volto já

  • das que falaram, de facto love reign o’er me, mother, sitting on the dock of the bay, kick out the jams, crown of thorns são obrigatórias para uma “parte dois” deste post.
    eu sugeria igualmente it’s ok (dead moon), gimme some truth (john lennon), masters of war ((bob dylan), redemption song (bob marley) ou know your rights (the clash).

    fica à espera da parte dois. abraço.

  • Muito bom o post, cousa fina!
    0 melhor da soundtrack I Am Sam é a cover do Pearl Jam, sem pestanejar!!
    Gozado que “Last Kiss” foi executa à exaustão nas rádios bobas e até hoje não cansei.

  • Gustavo

    Arthur Alexander gravou “Soldier of Love”.
    Quem gravou “Last Kiss” em 1962 foi Wayne Cochran.