Disco de estreia dos Ramones faz 35 anos

Hoje o disco de estreia dessa banda que todo mundo tanto gosta faz 35 anos de vida. Os Ramones continuam mais vivos do que nunca – prova disso é o legado e a influência deixados pela banda nova-iorquina, que ainda reflete em cada grupo que pipoca por aí usando jeans surrados, e com guitarras distorcidas.

– O álbum foi gravado e mixado em apenas uma semana, e custou seis mil e quatrocentos dólares para ser feito.
– A idéia original da capa era fazer algo parecido com o disco Meet the Beatles!, e a banda até tirou algumas fotos nessa linha, mas a Sire Records achou a idéia horrível e acabou indicando Roberta Bayley (na época, fotógrafa da Punk Magazine).
– A faixa de abertura, “Blitzkrieg Bop”, inicialmente se chamava “Animal Hop”, mas Dee Dee Ramone (compositor da música) resolveu mudar o título da canção de última hora. “Blitzkrieg” era o nome da tática usada pelo exercito alemão na Segunda Guerra Mundial, e quer dizer “guerra-relâmpago”.
– A terceira faixa, “Judy Is a Punk” fala de duas fãs obcecadas pelos Ramones: Jackie e Judy. Garotas punks de boa família, acabaram morrendo ainda jovens em um acidente de avião. Profecia: no refrão da música, Joey Ramone canta: “Perhaps they’ll die, oh yeah”.

O Massacre da Serra Elétrica” foi a inspiração para a letra da quinta faixa do disco, “Chain Saw”. Já a música “I Don’t Wanna Go Down to the Basement” sofreu influência de outro filme, “Don’t Look in the Basement“. Joey e Johnny sempre foram fanáticos por filmes de terror.
– A faixa “53rd & 3rd” relata a época em que Dee Dee se prostituia na famosa esquina da terceira avenida (3rd) com a quinquagésima terceira rua (53rd). O baixista recorreu ao famoso ponto underground de Nova Iorque a fim de sustentar seu vício em heroína.
– O álbum foi totalmente remasterizado e relançado em 2001, com 9 faixas bônus, para a alegria dos fãs.
– Uma ótima pedida para essa data é o documentário End of Century – A histórias dos Ramones, que pode ser encontrado legendado aqui. No mais, Hey ho, let’s go!

Live @ CBGB 1977

  • Um grande disco, um grande conceito!

    Ramones é imbatível quando o assunto é punk rock. Sua diluição atravessou fronteiras na maneira de se fazer rock. Também colocarei uma singela homenagem a esse disco no meu blog.

    Abraço!

  • *_* Memorável! Adoro muito os Ramones…