Documentários do Festival Path terão curadoria da VICE Brasil

Cena de “Girls just wanna have girls: A maior festa lésbica do mundo”, que está na programação do festival. Foto: Reprodução

A Vice Brasil será a co-curadora dos documentários que passarão no Festival Path este fim de semana, nos dias 6 e 7 de maio.

As sessões serão realizadas no Instituto Tomie Othake, a partir das 20h. No dia 06, sábado, a mostra exibe os filmes “Brian Anderson: Como é ser um skatista profissional gay”, documentário vencedor de dois Webby Award 2017, um dos maiores prêmios da internet, na categoria “Esporte”; “Os escolhidos: Como narcisistas dominaram o mundo”, sobre a doença “Transtorno de Personalidade Narcisista”; “Miz Cracker: A arte da personalidade drag”, que conta a experiência da drag norte-americana Miz Cracker oferecida através da maquiagem e do traje; e “Girls just wanna have girls: A maior festa lésbica do mundo”, sobre o “Spring Break” lésbico de Palm Springs, na Califórnia; “Criogenia: A fé congelada”, sobre a ideia de congelamento para enganar a morte e reanimação anos depois; “A Guerra mórmon ao pornô”, sobre a guerra de Utah, estado americano, contra a pornografia; e “Outsider: O diretor de filmes de horror mais hiperativo do mundo”, que acompanha o cineasta David ‘Rock’ Nelson para aprender sobre suas produções de horror com orçamento zero.

Já no dia 07, serão apresentados os curtas “A Rainha do Grafite de Kabul”, com a história da artista e feminista afegã Shamsia Hassani; “A igualdade e o #freethenipple”, sobre um movimento feminista americano que promove o amor das mulheres sobre o próprio corpo; “O primeiro boneco sexual para mulheres”, sobre sexualidade humana e brinquedos sexuais; “Melzinho doido: A caçada ao mel Nepalês que dá alucinações”, outro vencedor do Webby Awards 2017, na categoria “Viagem e Gastronomia”, que discorre a respeito de um mel conhecido por seus efeitos intoxicantes e uma droga alucinógena; “Uma arma mais inteligente”, sobre a criação de armas de fogo tecnológicas, chamadas “inteligentes”, que são autenticadas pelo usuário; “MMA com armaduras medievais e armas cegas”, relata um torneio no estilo medieval que acontece em um castelo na Europa; e “Sexo e Invalidez”, com a história de um grupo de suplentes sexuais pioneiros na abordagem do sexo para deficientes físicos, que estão ajudando essas pessoas a satisfazerem suas necessidades.

Além da programação de cinema, o festival Path conta com palestras, shows, feiras de startups, exposições de arte, entre outras atividades. Mais informações em https://www.festivalpath.com.br/.