Escute, na íntegra, “House of Tolerance”, disco de estreia do sexteto goiano Cambriana

Vem de Goiânia um dos trabalhos mais promissores que o rock nacional deve vislumbrar em 2012. A banda Cambriana lança hoje o streaming de seu primeiro disco. Intitulado House of Tolerance, o álbum chega com um frescor há muito não visto por essas terras. Com influências de altíssimo nível, o sexteto liderado por Luis Calil trilha um caminho menos óbvio, não deixando nada fácil a tarefa de quem se propuser a rotutá-lo.

Os timbres e os andamentos apontam para referências folk – mas aí, do nada, aparecem momentos que trazem à tona lembranças da experimentação meio torta do Grizzly Bear, como na linda “Swell”. House of Tolerance também tem temas que devem agradar fãs de The Cure, Death Cab For Cutie, Phoenix e Okkervil River, entre outros. Vou parar o name dropping por aqui e deixar você pinçar as outras influências.

Mas apesar das referências citadas, a Cambriana consegue, com competência absurda, se manter fiel a uma identidade muita própria. E o crédito vai para a gravação, produção e mixagem da própria banda, que levou quase todo o projeto de forma caseira e na raça.

Abaixo, você pode ouvir o streaming de House of Tolerance. Reserve 40 minutos do seu dia e tente não se maravilhar com faixas como a sombria “Safe Rock”, a vampireweekendiana “Big Fish” e a maravilhosa – e destaque descomparado do disco – “The Sad Facts”.

Não se esqueça de contar pra gente nos comentários o que achou, ok? E pra quem curtir, a dica é dar um pulo no bandcamp dos caras e escutar, além de “The Sad Facts”, outros 3 lados B que não integraram o LP debut – mas que foram reunidos no ótimo EP Afraid of Blood. Atente-se, principalmente, para “Until” e pense, se conseguir, num motivo plausível o suficiente para ela não ser um dos carros-chefe de House of Tolerance. Tem que ver isso aí, Cambriana.

Encontre o grupo também no Facebook (é lá, aliás, o local onde o disco vai ficar disponível para download, amanhã!), no Twitter e no site oficial.

  • QN da Silva

    Caramba, muito bom, fazia tempo que eu não ouvia uma banda brasileira boa desse jeito. O som deles é, ao mesmo tempo, vintage e moderno, sutil e agressivo, destaque para as letras. Gostei muito, acho que eles têm potencial de mercado. Abraços.

  • em-cima-d0-muro

    mais ou menos

  • Adriano

    Bem legal mesmo, moro em Goiânia e tenho orgulho, quando me deparo com bandas como Cambriana, exelente trabalho.

  • Mardson

    Adorei mesmo!
    Esses karas na Europa vão fazer muito sucesso!
    Aqui no Brasil tenho certeza que é garantido!
    Swell e The sad facts são muito boas! Não canso de escutar!
    Parabéns!

  • Gente, isso é muito bom! Curti demais! E olha que não ouço nada parecido. Meu estilo é bem outro.
    E é goiana? Putz… ai me conquista de vez. Quero ver show!

  • Leonardo Sartodelli

    PQP, pora nunca vi nada igual nao sabia q tinha gente com essa capacidade no brasil, esses caras são de goiania?? escutei todas, maioria me agradou mt, se tiver mais noticias coloca elas, essa banda eu vou acompanhar . até que enfim coisa boa e atualizada

  • Tha

    Oba, goiânia!! já tem show deles programado pra nossa linda cidade, agora é só esperar 😀

  • Marcos Carneiro

    Em Goiânia, está se destacando muito juntamente com Space Truck e Coletivo Musical. Excelente som que lembra Radiohead e The National.