Especial Lollapalooza: 5 perguntas para… Luneta Mágica

Banda revela que será produzida por Miranda e fala das expectativas do show no Lolla

Luneta Mágica. Foto:Divulgação/PortalXibé

Os amazonenses do Luneta Mágica são atração do primeiro dia de Lollapalooza, na sexta-feira, 23 de março. A banda lançou seu primeiro disco completo em 2012, chamado Amanhã Vai Ser o Melhor Dia da Sua Vida, seguido 3 anos depois pelo álbum No Meu Peit”, ambos os trabalhos muito destacados e elogiados pela mídia musical. Ainda resolveram lançar uma série de remixes que contou com a releitura de vários artistas amigos, como  Boogarins, Bike, Supercolisor e mais! No final do último ano a banda divulgou o single “Parte”, que estará no novo disco dos caras a ser lançado em breve, rock alternativo, psicodélico e com muitas boas referências nacionais.

Ainda em março a banda toca no SXSW, portanto o começo de 2018 promete muito para o Luneta Mágica. Erick Omena, guitarrista da banda, conversou com o MOVE sobre essas e outras coisas:

1: Como é a cena de bandas amazonenses? Tem bandas boas para conhecer e lugares legais para tocar?

Efervescente! Tem muito banda boa por aqui: Casa de Caba, Os Acossados, Durmo Embaixo, Boomerang Blues, Antiga Roll, Mady & Seus Namorados, The Stone Ramos, Jander Manauara, Alaídenegão, Olivia de Amores pra falar apenas de alguns. É uma cena bastante heterogênea de um movimento que tem renovado a cara da música feita por aqui e que tem aberto novos caminhos para uma conexão com o resto do país. Sobre os lugares legais para tocar, da mesma forma que tivemos a perda de alguns estabelecimentos clássicos que recebiam artistas de várias vertentes, há uma outra articulação de resistência representada nos novos festivais que surgiram na cidade e que hoje em dia procuram dar voz para o que está sendo feito de novo: Festival Pirão, Festival Noites do Norte, Festival NEMA, Festival Alienígena, FUA, Festival Mama Rock são alguns deles.

2: O que influenciou e vem influenciando o som da Luneta Mágica?

Sempre buscamos as canções brasileiras, nessa verve passaria: Caetano, Milton, Gil, Jorge, mas também nunca nos privamos de tentar experimentar novos conceitos de canções.

3: No dia 23 de março, quando a banda toca no Lolla, também estão escalados nomes como Red Hot, LCD Soundsystem, Mac Demarco, Vanguart, Rincon Sapiência, entre outras…Quais shows vocês também estão a fim de ver?

LCD, Mac Demarco e Spoon são nomes que estamos muito ansiosos para ver ao vivo. Ricon, também vai ser incrível rever! Apostamos que será um dos melhores do dia.

4: Vocês tocam em 2 festivais gigantes como o Lollapalooza e o SXSW agora no começo de 2018, como está a expectativa para esses eventos?

Não estamos conseguindo processar direito até agora. Veio tudo muito rápido e de uma vez só. A expectativa é das melhores! Estamos focados especialmente para essas duas apresentações nesse período antecedente.

5: A banda disponibilizou música nova, já dá para falar um pouco sobre o que está por vir no disco novo?

O single dá pistas. A primeira é de que vamos trabalhar com o Miranda. A segunda é que vamos mudar mais uma vez quase que por completo. O resto ainda estamos desenvolvendo.

1 Comentário para "Especial Lollapalooza: 5 perguntas para… Luneta Mágica"

  1. Pingback: Bandas nacionais fazem valer a pena chegar cedo no Lollapalooza – Bem Rock

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *