Festival de cultura contemporânea levará dezenas de artistas do mundo inteiro a SP, RJ, BH e Barcelona

Pra quem é ligado não só em músicas, mas também em artes e cultura contemporânea em geral, segura que vem aí mais uma edição do NOVA – Contemporary Culture Festival, um dos eventos ligados a música, cinema, composições artísticas, experimentalismo e design mais importantes da América Latina. Realizado em São Paulo, no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e em Barcelona, o festival começa em 6 de abril e se estende até 31 de maio.

Em São Paulo, rolam shows, amostras, painéis, instalações, intervenções e performances no MIS – Museu da Imagem e do Som e no SESC Pompeia. No Rio, as atividades acontecem no Circo Voador. O espaço Cento e Quatro foi o escolhido da capital mineira. Na cidade catalã, o evento toma forma no Mitte Barcelona.

A lista de atração é extensa e inclui artistas do mundo inteiro: Abstract Birds (Italia), Afasia (Brasil), Akin (Brasil), Astrid Rieger (Alemanha), Atsuhiro Ito (Japão), Basavizi (Brasil), Beast (Suécia), Bill Viola (EUA), Boris Hoppek (Alemanha), Bosques de mi mente (Espanha), Catscars (Irlanda), Cesar Pesquera (Espanha), Christopher Scullion (Irlanda), Clemens Behr (Alemanha), Computer Jay (EUA), E*Rock (EUA), Eluvium (EUA), Emilio Gomariz (Espanha), Esmerine (Canadá), Frederik Heyman (Bélgica), Fupete (Italia), Gonjasufi (EUA), Good Wives & Warriors (Reino Unido), Graham Cadwell (EUA), Isaac Niemand (Alemanha), Hess is more (Dinamarca), Jason Forrest (EUA), Jay-Jay Johanson (Suécia), Jesús Olmo (Espanha), Jonathan McCabe (Austrália), Juan Rayos (Espanha), Luciana Almeida (Brasil), Karl Kliem (Alemanha), Koen Delaere (Holanda), Levi Van Veluw (Holanda), Ljudbilden & Piloten (Suécia), Marcela Falci (Brasil), Mark Jenkins (EUA), Mirella Brandi & Muepetmo (Brasil), Mouse on Mars (Alemanha), Nils Frahm (Alemanha), Noia The Band (Canadá), Olaf Breuning (Suíça), Olek (Polonia), Optical Machines (Holanda), Patrick Kelleher & His Cold Dead Hands (Irlanda), Penique Productions (Espanha), Plink Flojd (EUA), Protey Temen (Rússia), Quayola (Italia), Rafael Rozendaal (Holanda), Rosa Menkman (Holanda), Ryoichi Kurokawa (Japão), Sabrina Ratté (Canadá), Schoot Tour (Irlanda), Sebastien Preschoux (França), SepK (França), Shima (Brasil), Sóley (Islândia), Sophie Gateau (França), Thiago Pethit (Brasil), Thorsten Fleisch (Alemanha), Yang02 (Japão), Yolanda Domínguez (Espanha), Yoshi Sodeoka (EUA), Zimoun (Suíça).

Pra saber mais sobre cada nome, horários e locais das apresentações, é só dar um pulo no site do festival e ficar por dentro.

E mesmo lotado de atrações, tem gente por aí falando que o line-up ainda será engrossado com nomes como Xiu Xiu e Ratatat. É o que diz, por exemplo, essa notícia no site Afterfest, linkada pelo Michel Salviano, do El Toron. Já no rraurl, a novidade dada como certa é a inclusão do Tindersticks, que vem provocando boataria sobre shows pelo Brasil há algum tempo.

Por hora, é isso. Assim que mais nomes tiverem confirmados, a gente dá o update neste post e avisa vocês.

  • A felicidade com Jay Jay Johanson já era gigante, imagina se confirmarem Tindersticks? Tá demais, olha!