Generationals – Con Law

Depois que inventaram o iPod e o celular com mp3 player eu nunca mais ouvi as rádios tradicionais. Acreditava que para ouvir notícias há algumas rádios, para ouvir MPB e love classics há outras, além da meia dúzia que tocam “música jovem”, que só são diferentes pelo nome. Para ouvir alguma coisa que se diferenciava disso, só em duas FMs, a Last e a Blip.

Só que esses dias, não sei por qual motivo, voltei a ouvir rádio e me deparei com uma agradável surpresa. A Oi FM, onde ouvi coisas bem interessantes, como Cut Copy, Miike Snow, Copacabana Club e Kings of Convenience. Toda essa história esta sendo contada porque junto com essas ouvi uma banda que me despertou bastante a atenção, Generationals.

A banda em questão é na verdade uma dupla de New Orleans, formada por Ted Joyner e Grant Wildmer, e teve seu debut, ‘Con Law’, lançado em julho deste ano. As músicas do álbum não são de surpreender como uma grande novidade, mas chamam a atenção por serem fáceis de se ouvir, com elementos diferentes, mas que convergem de modo simples e direto.

Trompetes, handclaps e sintetizadores contracenam com os tradicionais violão, baixo e bateria, resultando em um indie pop bem agradável. A música que me abriu as portas para os Generationals, ‘When They Fight, They Fight’, tem referências do rock antigo e cara de hit. Já ‘Bobby Beale’, uma das melhores do disco, lembra bastante Metronomy, enquanto ‘Exterior Street Date’ mostra que eles também bebem da fonte Pavement.

Con Law é um daqueles álbuns curtíssimos (só 33 minutos) que dá pra ouvir várias vezes seguidas sem perceber. Quando se nota, as músicas já estão soando na cabeça incessavelmente. E também é uma prova de que as rádios não estão perdidas, ainda existem coisas boas no espectro brasileiro.

  • Essa banda realmente me impressionou bastante, pois o som tem algumas levadas antigas e sintetizadores. Bom, na verdade acredito que não seja apenas uma dupla, pois alguns videos mostram que há vários integrantes.
    Realmente a faixa ‘When They Fight, They Fight’ é a que todo mundo gosta, mas me encantei primeiramente com ‘Nobody Coul’d Change Your Mind’ e a doce ‘These Rabbits’.

  • Juliana

    Sabe onde tem pra baixar?
    Não encontro em nenhum lugar…