Grizzly Bear - Painted Ruins

Grizzly Bear
Painted Ruins

RCA Records

Lançamento: 18/08/2017

Desde seu primeiro disco no longínquo 2004, o Grizzly Bear já mostrava que era um ponto fora da curva, difícil de rotular e diferente a cada composição, no começo baseado nas ideias de Ed Droste, somando em seguida ao talento de Daniel Rossen apoiados por Christopher Bear e Chris Taylor.
O folk esquisitão e sensível esteve mais evidente até Veckatimest (2009). Em Shields (2012), a experimentação e as guitarras tiveram espaço bem maior e agora com Painted Ruins  a banda tenta se abrir a todas as possibilidades em faixas muito climáticas e afáveis, mesmo que se mantenha forte a autenticidade.
Antes mesmo do lançamento oficial em 18 de agosto, já se conhecia algumas boas mostras do disco, a viagem psicodélica de “Three Rings”, o universo feminino retratado em “Mourning Sound” com clipão bonito estrelado por Clemence Poesy (Harry Potter), a caos da rotina lindamente retratado em “Four Cypresses” e a ótima “Neighbors”, melódica, minimalista, com todas aquelas camadas vocais que o quarteto tão bem sabe criar.

“Losing All Sense” é outro musicão de Painted Ruins, mais descomplicado e pop pensando pelo prisma da banda, sem esquecer da delicada “Wasted Acres” que abre o álbum.

Não são muitas as bandas que podem contar com duas cabeças criativas como as de Daniel Rossen e Ed Droste e isso explica muito da originalidade e capacidade de fazer grandes obras que o Grizzly Bear tem, entre a beleza de Veckatimest (2009) e a complexidade de Shields (2012), Painted Ruins pode beber de suas próprias fontes mas também buscas alguns tons de clássico, progressivo, pós punk.

A banda está em turnê de divulgação, em outubro com datas na Europa e em novembro nos Estados Unidos.

Escute abaixo na Apple Music: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *