John Frusciante confirma saída do Red Hot Chili Peppers

john

E os tristes rumores se confirmaram: responsável por grande parte da sonoridade funky e roqueira do Red Hot Chili Peppers, o guitarrista John Frusciante confirmou hoje, através do blog em seu Myspace, que realmente deixou a banda:

Quando sai da banda, há mais de um ano, estávamos num hiato indefinido. Não houve drama nem raiva, e os outros caras foram bem compreensíveis. Eles me dão muito apoio em tudo que faço e que me deixa feliz, e essa relação é recíproca.

Frusciante ainda fala que, em seu retorno à banda, em 99, ele ainda tinha interesses de explorar as possibilidades de uma banda de rock, e que foi ótimo fazer isso com Flea, Anthony Kiedis e Chad Smith. Só que as coisas começaram a mudar de uns tempos pra cá: “Há uns dois anos, comecei a sentir o mesmo entusiasmo que tinha, só que dessa vez quis fazer um tipo diferente de música, sozinho, e sendo meu próprio engenheiro”, acrescenta. Sobre a decisão de finalmente deixar o posto de guitarrista que, entre outros trabalhos incríveis, foi o responsável pelo seminal Blood Sugar Sex Magik, John disse: “Não houve uma escolha envolvida. Simplesmente tenho que ser o que sou e fazer o que tenho que fazer”.

Pra quem não sabe, John tem uma prolífica carreira solo, já tendo lançado aproximadamente uma dezena de discos – com destaque para Shadows Collide With People, de 2004 e The Empyrean, lançado no começo de 2009. Frusciante também é parceiro do guitarrista Omar Rodriguez-Lopez, com quem já trabalhou em alguns discos do The Mars Volta.

O Red Hot Chili Peppers já declarou que tem pretensões de lançar um disco novo em 2010. Fontes ligadas ao grupo dizem que os remanescentes estão trabalhando com o guitarrista Josh Klinghoffer (parceiro de Frusciante na banda de rock experimental Ataxia, que teve curta existência na primeira metade da década), que já tocou com PJ Harvey e Gnarls Barkley. A banda californiana marca presença no próximo mês, tocando em um tributo a Neil Young. Será a primeira apresentação da banda desde maio de 2008, quando anunciaram as prolongadas férias.

5 Comentários para "John Frusciante confirma saída do Red Hot Chili Peppers"

  1. Red Hot é sem dúvida uma ótima banda. Eles têm uma porrada de músicas boas, dezenas de hits. Mas a carreira solo de John é fenomenal. Claro que ele pode fazer boas músicas com o Red Hot, e já fez várias, mas está sempre preso as fórmulas do Pop, do que vai agradar as multidões, somente com a carreira solo ele pode libertar toda a sua criatividade sem se preocupar discos de ouro. Faço uma comparação meio esdrúxula, mas é como se Nietzsche tivesse uma parceria com Paulo Coelho, claro que eles venderiam milhões de livros, mas a filosofia de Nietzsche é grande demais para uma parceria assim. Acho que vai ser ótimo para a carreira de John, espero que em breve apareça um novo álbum solo tão bom quanto os já citados Shadows Collide With People e The Empyrean. Vida longa a John Frusciante, o Nietzsche da guitarra.

  2. Pra mim, ele é O guitarrista da banda, responsável em grande parte por seus melhores momentos. Nunca acho a mesma coisa sem ele, nem mesmo com o finado guitarrista original. Mas é isso aí, respeito a decisão e até admiro a honestidade que ele tem consigo mesmo. Um dos maiores músicos pop da atualidade, sem dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *