Kate Nash – My Best Friend is You

Em Made of Bricks (2007), as armas de Kate Nash eram melodias doces, pianos leves e sua voz soberba, que quase sempre entoava versos meigos e histórias românticas. Mesmo assim, Kate ainda aproveitava alguns momentos para soar um pouco ácida – é o que acontece nas letras de “Dickhead” e no hit “Foundations”, que ganhou uma roupagem alegre para falar de um relacionamento prestes a desabar.

Em 2010, a inglesinha aparece com seu segundo disco completo, My Best Friend Is You, e só agora mostra ser realmente feita de tijolos. A produção de Bernard Butler, ex-Suede, trouxe ao universo de Kate Nash estruturas mais sólidas e complexas, fazendo com que a antiga combinação de piano e bateria fosse deixada de lado. As guitarras, que antes apareciam eventualmente no background das canções, agora assumem espaços maiores em um bom número de faixas – “Take Me To a Higher Plane”, que nos remete à sonoridade quase punk do Los Campesinos!, e “Do Wah Doo”, single com corais no refrão, metais em evidência, toques de soul e clara influência do grupo sessentista Manfred Mann.

Continua no rraurl.