Lily Allen bloga sobre pirataria

A princesinha do pop britânico, Lily Allen, se pronunciou ontem em seu blog no MySpace sobre pirataria e compartilhamento ilegal de músicas na internet. O que levou Lily a escrever sobre o assunto foi o fato de Ed O’Brien (Radiohead) e Nick Mason (Pink Floyd) terem apoiado, em entrevista ao Times, o tal compartilhamento. Ed chegou a dizer:

Minha geração cresceu com o ponto de vista de que você paga por sua música. Cada geração tem um método diferente. Compartilhar arquivos é como um ‘tira-gosto’, como gravar a música do seu colega. Você diz, ‘Gostei, vou comprar o disco’ ou ‘quer saber, vou vê-los ao vivo’. O que está acontecendo é uma grande mudança de paradigma.

lily-allen-1

Em seu post, Allen disse que os artistas britânicos não devem apoiar o download ilegal, pois prejudica a indústria e, principalmente, os novos artistas.

A FAC (Featured Artist Coalition) também diz que não há problemas em compartilhar arquivos porque “significa uma nova geração de fãs para nós”. Isso é ótimo se você é um artista em fase avançada na carreira, com vários discos para atrair um novo público, mas artistas em ascensão não podem se dar a esse luxo.

A cantora ainda disse que apenas recentemente conseguiu pagar sua dívida com a gravadora, adquirida na produção, distribuição e divulgação de seus discos, mas que muitos novos artistas não tem tanta sorte e acabam endividados.

Ela continua:

Precisamos encontrar novas formas de ajudar os consumidores a acessarem e comprarem música legalmente, mas dizer que não há problemas no compartilhamento de arquivos não está ajudando ninguém – com certeza não está ajudando a indústria britânica. Quero que as pessoas trabalhem juntas para usar novas oportunidades digitais para encorajar novos artistas.

Lily disse ainda que escreveria para artistas britânicos, pedindo que não apoiem a pirataria.

E, enquanto a indústria se divide em prós e contras, os downloads ilegais só tendem a se multiplicar. Irônico, não?

  • Victor

    Tem que ver se esses novos artistas que são tão prejudicados pelas gravadoras querem de fato depender delas e se acham tão prejudicados por download ilegal.

    Num sei não se essas coisas fazem tão sentido assim, Lily…

  • Thaís Imb.

    Dioss, eu já acho acho que o download é justamente o que ajuda a impulsionar carreiras de bandas ‘menores’. Quaanta banda a gente conhece que nem lançou album ainda mas já se destaca nos blogs da vida?
    Eu sou uma pessoa que, se não fosse a tal da internet e downloads, ficaria à merce de rádios, porque não tenho grana pra comprar cd não :B
    E mais, muitas das bandas que curto aposto que não seria tarefa fácil achar o cd em loja pra comprar ¬¬

    Enfim, compartilhar é o que há! xD

    PS: curti essa franjinha não heiuh

  • Eduardo Azeredo

    Vou polemizar…

    Artista popzinho é o que vai chorar com os downloads. Sabe que a sua música só emplaca quando um grande meio de comunicação põe sua música goela abaixo pro público.

    Mais um serviço que o tráfico (i)legal de músicas nos oferece – o declínio de artistas produzidos por gravadoras e impostos. Viva a música e abaixo o marketing!

  • Pingback: Fique por dentro Artista » Blog Archive » Move That Jukebox! » Lily Allen bloga sobre pirataria()

  • smx

    è o fim das gravadoras.
    as que n fecharem as portas, serão compradas pelo google.

  • Gentil Impotente

    “è o fim das gravadoras.
    as que n fecharem as portas, serão compradas pelo google.”

    TEM CERTEZA MESMO dessa alegação ? Deu na mídia que ano passado a indústria musical, como um todo, faturou no mundo todo (discos, shows, etc) mais de 5,5 TRILHÕES de dolares!

    NADA MALZ para uma indústria que irá falir e “o Google as comprará”… NADA MALZ…

  • Pingback: Move That Jukebox! » Lily Allen é contra ou a favor da pirataria?()