Marcel’s Jukebox (Zémaria)

Parceiros aqui da casa, o pessoal do Zémaria (@zemariamusic) esteve junto com a gente na emocionante “batalha” do Levi’s Music 2010. Infelizmente, perdemos a campanha por apenas 0,5%, de acordo com a apuração final. Mas nada que abalasse o electro-rock incansável do grupo capixaba, que volta à Europa em outubro para mais apresentações no velho continente – e, de quebra, está concorrendo ao VMB 2010. Sobre esses shows e algumas cositas más, Marcel, líder da banda, conversou um pouquinho com o Move:

E o hype? O que você tem escutado de novidade?
A nova coletânea da Smoke Island está incrível! Deixo as 19 faixas rolando aqui no meu player e é só alegria.

Good Times Bad Times – qual banda/artista sempre esteve ao seu lado, fazendo, por mais piegas que isso possa soar, a “trilha sonora de sua vida”?
Não daria pra citar só um. A trilha sonora da minha vida com certeza seria uma coletânea. Fugazi, Soulwax, Daft Punk, Les Rythmes Digitales e LCD.

Do the D.A.N.C.E. – o que não pode faltar na hora de soltar a franga na pista?
Vodka, Classixx, Holy Ghost! e PNAU.

Quais são os próximos planos do Zémaria? Algum plano pra lançar disco novo? Um clipe talvez?
Nosso próximo release vai ser o EP Any Distance, com remixes do Minitel Rose e do Signal, e que será lançado na Europa dia 6 de setembro. Com distribuição da PIAS, este vai ser nosso primeiro trabalho com esta amplitude e estamos bem animados. Estamos preparando duas mini temporadas em São Paulo também (uma em agosto e outra em setembro). Já em outubro, a gente parte pra mais uma turnê pela Europa pra divulgar o EP.

Você não vale nada mas eu gosto de você – todo mundo tem um guilty pleasure, vai. Aquela banda que você só escuta quando não tem ninguém por perto e, por garantia, com fones de ouvido.
Quando eu percebi que consigo gostar de Ke$ha, fiquei meio bolado.