Muse só deve lançar álbum novo em 2013

Depois da performance toda coxinha pomposa e com direito a guitarra de 2 braços no Grammy deste ano, o Muse não deve aparecer com material novo tão cedo. Em entrevista à BBC 6 Music News, Matt Bellamy disse que gostaria de lançar o sucessor de The Resistance em 2012, mas acredita que só em 2013 é que o disco ganhará vida – e se for pra seguir o clima apocalíptico-prepotente-megalomaníaco do lançamento mais recente, que demore ainda mais.

O líder do trio britânico também revelou que a banda decidiu se mudar para London, e que será na cidade da Rainha onde as gravações do sexto álbum de estúdio do Muse acontecerão. Com isso, Matt, Chris e Dominic pretendem levar com calma e estender o período de composição e gravação do disco, em vez de se enclausurarem por algumas semanas em estúdios mundo afora.

Bem, como fã da banda, espero sinceramente um retorno da sonoridade que marcou discos como Absolution e o incrível Origin Of Symmetry. E que as teorias da conspiração de Matt e a influência de música clássica sejam deixadas um pouco de lado dessa vez.

  • Nicole

    Matt é muito melhor quando está na fossa, enquanto estava sofrendo pela Gaia tava tudo certo. Agora ele é feliz e pai de família. Que merda, hein Kate Hudson?

  • Bem, como fã da banda, espero sinceramente um retorno da sonoridade que marcou discos como Absolution e o incrível Origin Of Symmetry. E que as teorias da conspiração de Matt e a influência de música clássica sejam deixadas um pouco de lado dessa vez. [2]

    Falou tudo, Neto. Infelizmente isso é algo que muitos fãs não aceitam/entendem/fecham os olhos para essa fase mirabolante da banda e acabam dizendo que tudo é lindo e maravilhoso.

  • Edu

    Bem, concordo MUITO com isso, mas eu curto um pouco a influência da música clássica. Se fosse feito com moderação eu ia adorar

  • olha, eu também sou fã do muse e gosto muito de como o muse muda sua sonoridade de um álbum pro outro sem deixar de ter suas características deixadas de lado…

    do showbiz para o origin, quanta diferença. pesaram o som no origin, deram mais espaço para guitarras, mais distorções e falsetes em um típico álbum de rock and roll dos anos 2000

    e mudaram de novo qdo foram para o Absolution. um clima mais soturno, um cd mais maduro, o Muse começou a descobrir o quanto efeitos especiais contribuiam para sua música, e fez um álbum incrível, possivelmente o melhor.

    para o black holes, mais mudanças. sintetizadores, uma influencia pop, um muse mais solto, ainda que trouxesse obras ainda atmosféricas como Hoodoo.

    por fim, para o quinto album Resistance uma sonoridade nova para a banda. com abuso de efeitos especiais, com as três sinfonias que eu acho incríveis, com músicas mais populares e felizes, enfim… causando estranheza até mesmo em fãs de bandas…

    o que eu acho do próximo album? que eles irão mudar novamente. não irão prosseguir com o trabalho do resistance, quanto menos retomar o origin of simmetry ou o absolution. Matt é um genio atual da musica, tnho certeza que virá coisa boa.