Nação Zumbi comemora 20 anos de “Afrociberdelia” com show especial em SP

Nação Zumbi - tom cabral

Nação Zumbi está cheia de projetos especiais. Foto: Tom Cabral/Divulgação

Texto: Alessandra Braz e Marcelo Florentino

Lembra que a gente já tinha entrevistado o Dengue da Nação Zumbi e ele nos adiantou que ia rolar um show em homenagem aos 20 anos do Afrociberdelia? Pois bem, o show finalmente chegará em São Paulo nesta sexta-feira (12), na Audio Club. É óbvio, que ele estará dentro dos nossos shows imperdíveis do final de semana, mas aproveitamos aqui para falar sobre outras cositas más.

O grupo vai tocar o disco na íntergra, por isso, já estamos convidamos vocês para ouvi-lo agora mesmo e não chegar com tudo na ponta da língua. “Maracatu Atômico”, que também foi cantada em parceria com a Cássia Eller, “Manguetown” e “Um Satélite na Cabeça”, ou “Macô” são daquelas canções que com certeza você já sabe de cor, né?

Dengue comentou com a gente também como foi difícil voltar sem Chico nos vocais, mas que a banda resolveu seguir em frente mesmo assim. Que bom! “Nunca passou pela nossa cabeça não voltar. A gente só deu um tempo para o monstro sair da nossa cabeça. Quando saiu… voltou! É a vida, né? A gente tem que encarar e beleza, seguir. Não tem muito o que pensar. Para gente foi difícil voltar, mas ao mesmo tempo foi fácil. Foi difícil não estar com ele, mas foi fácil voltar”, disse.

A abertura será do show será de Siba e ainda teremos o DJ Dolores tocando nos intervalos. Vai ser uma grande noite!

O Nação Zumbi, tabém está com outro projeto em mãos, uma apresentação com outro grupo que marcou a história do rock, Paralamas do Sucesso. O primeiro show rolou no festival João Rock, em Ribeirão Preto. Abaixo você consegue ver as duas bandas ensaiando nos estúdios da Red Bull, aqui em São Paulo.

O Marcelo Florentino esteve no festival e nos conta aqui, como foi. Como disse, nós estamos em todos os lugares amiguinhos!

Cerveja não cai do céu, e essa é uma das mais tristes verdades da natureza com a qual temos que conviver. Porém, ela pode perfeitamente cair em você vinda direto do copo de uma garota que, animada com a música, se esquece da própria bebida e dança enlouquecidamente ao seu lado em um show dos Paralamas do Sucesso + Nação Zumbi. A faixa que a envolvia e a fazia girar com os braços pra cima era “Manguetown”, e toda a apresentação seguiu com a mesma pegada, um misto de energia, entrosamento e despretensão.

O show das duas bandas em conjunto foi breve, mas mostrou sua intensidade e deixou algumas certezas: vale mais do que 20 minutos, vale mais do que quatro músicas, vale mais do que um show inteiro. Meninos, é melhor subir logo no ônibus e embarcar nessa turnê. Esse era apenas o começo da noite, que contaria ainda com muita música, dancinhas malemolentes e mais cerveja caindo do “céu”. Devo citar que a lua também estava incrível, ou não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *