“L.O.V.E. BANANA”, o novo EP do João Brasil, tem participação de Lovefoxxx e Gaby Amarantos

João Brasil é um dos artistas nacionais mais autênticos da nossa geração. Desde que lançou Big Forbidden Dance, seu primeiro álbum de mashups, o produtor carioca tem honrado um compromisso muito sério – pra gente, muito divertido – com a difusão dos ritmos essencialmente brasileiros ao redor do planeta. Sua nova empreitada musical, cheia de colaborações preciosas, vem pra afirmar uma nova tendência no que de música pop o Brasil vai exportar para o mundo em 2011: lambada/tecnobrega is the new baile funk.

Depois de fazer aquele estrondo com o projeto 365 mashups, João Brasil está prestes a lançar o EP “L.O.V.E. BANANA”. A faixa-título conta com a participação de Luísa Lovefoxxx do Cansei de Ser Sexy nos vocais e é uma mistura involuntariamente dançante de pop, lambada e miami bass de raiz. “Quis fazer uma música que fosse o mais tropical possível e pop ao mesmo tempo. ‘L.O.V.E. BANANA’ vai ser o novo ‘Y.M.C.A.'”, brinca João em conversa com o Move. Além da versão original de “L.O.V.E. Banana”, o EP também traz quatro remixes bem diversos entre si – um deles é assinado pelo produtor brasileiro de baile funk DJ Edgar.


Capa surrada do EP

É a primeira vez que João trabalha com Lovefoxxx e diz o cara que a parceria tá se desenvolvendo de uma forma “muito moderna”. “Só conheço a Lovefoxxx virtualmente. Mandei para ela a música com a letra e com a minha voz de guia. Ela gravou em São Paulo e mandou para mim por e-mail”, conta João. O clipe de “L.O.V.E. BANANA” será gravado em abril no Rio de Janeiro pelo estúdio Hardcuore e tem lançamento previsto para o início de maio. “Podem esperar algo bastante causador”, adianta João.

O EP conta ainda com uma outra faixa muito curiosa. João convidou a amiga e cantora paraense Gaby Amarantos para regravar uma versão tecnobrega de “Águas de Março”, clássico samba das mãos de Tom Jobim.

Oi, Gaby!

A parceria entre os dois tem um objetivo muito além da estética musical. “Eu quis lançar algo na Europa com a Gaby que não fosse ‘caricatural’. Na minha opinião, ela é uma das maiores cantoras do Brasil, e não apenas a ‘Beyonce do Pará’. A ideia é quebrar preconceitos e fazer o Brasil olhar para a frente”, desabafa João.

Ouça abaixo uma prévia de “L.O.V.E. BANANA”, seus quatro remixes e a versão tecnobrega de “Águas de Março”. É só dar o play e ir passando as faixas pra frente:

“L.O.V.E. BANANA” será lançado pela gravadora alemã Man Recordings no dia 11 de abril.

  • Larize Villarroel

    SOCORRO Isso ficou bom demaaaaaaiiisss!

  • Danina

    esse tecnobrega de aguas de março tá perfeito

  • Alessandro Silva

    Pra mim é demais isso!

    Não tenho como concordar que ele seja um representante da música conteporânea brasileira. Muito menos, como diz a própria matéria, ainda julgam o cara um dos artistas nacionais mais autênticos da geração atual de músicos brasileiros(- Não sei como.)
    Tem muita gente boa por aí, produzindo e compondo de verdade. Sem apelar pro “batido” funk ou pro tecno brega.

    Gravar um single, num selo alemão, onde alguns dos trechos dizem:

    – I Love Banana.
    – Vc ama banana mais do que eu? Eu acho que não…
    – L – O – V – E, banana!
    – As vezes eu gosto de comprar, as vezes eu gosto de lamber.

    PQP!
    Tão batendo palma pra palhaço.

    Cheguei a conferir o “365”, até que ficou bom e tal.
    – Mas acho que a galera tem de progredir, entende?!?
    Utilizar de fato a musicalidade, que nós brasileiros temos, mas de uma forma bacana. Inovadora e inteligente. Não jogar pra galera e muito menos desvalorizando os brasileiros.
    Não tinha uma letra mais bacana e divertida pra colocar?!?

    Torço para que esse “amadurecimento” chegue logo.

    Abs

  • Ficou sensacional o João do brasil é meu dj preferido desde que o conheci na festa Crew , e agora junto com minhas cantoras preferidas Lovefoxxx e a diva Gaby Amarantos !

  • Pingback: Clipe: João Brasil feat. Lovefoxxx – L.O.V.E. BANANA | Move That Jukebox!()

  • vinicius

    loveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee banana