O Sigur Rós não quer mais ser plagiado

Beleza, título besta – não é como se alguém realmente quisesse ser plagiado um dia. Mas tem algumas cópias que a gente vai deixando passar, faz de conta que não viu e, quando nos damos conta, BOOM, todo mundo já roubou um pouquinho. O Sigur Rós que o diga: entre os publicitários gringos, a banda é conhecida por não vender suas músicas a preço algum, apesar de ser mega requisitada para propagandas de TV.

A solução que os publicitários geralmente procuram é bem simples: chamar outra banda qualquer para reproduzir as músicas do Sigur Rós com mudanças bem, mas BEM sutis. O tema virou pauta do Stereogum depois que os islandeses escreveram sobre o infinito histórico de plágios em seu blog oficial, compilando vídeos de propagandas que os fãs enviaram. Entre eles, aparece uma campanha de Belo Horizonte que chupinhou “Go Do”, do Jónsi (vocalista do Sigur Rós), na cara dura.

Até agora, “Hoppípolla” parece ter sido a mais copiada, com quatro vídeos listados. Olha aí a falta de vergonha na cara do HSBC chinês:

A lista continua aqui e mal dá pra acreditar na cara de pau alheia.

  • haha, que sacanagem! bora processar todo mundo por plágio

  • Mateus

    O video de Belo Horizonte chupou Go Do sem dignidade.

  • Retificando: HSBC Chinês, o comercial está em mandarim.

  • Rafael

    HSBC gosta mesmo de Sigur Rós, hein? Eles fizeram esse outro comercial também com Hoppipolla, só que dessa vez não foi a música, mas sim a ideia do clipe que foi copiada na cara dura:

    http://www.youtube.com/watch?v=LQqaIAAUCwI

  • alex, tu tá de brinks não sacando que o vídeo era em chinês, né? mó vacilo ter escrito que era em japonês.

  • UPS

    É que tava tarde e…

  • Bruna

    Além de usar a música sem autorização ainda fala um monte de mentira… hahaha!

  • george

    Trabalho com comerciais (não com trilhas), mas isso é uma coisa que irrita muito: a tal da “referência”. Não se faz mais nada em publicidade sem uma “referência”, que é basicamente isso, pegar algo legal e chupinhar na cara dura. O interessante é 1) ver que esse é um fenômeno mundial 2) Saber que, por mais local que seja o comercial, os originais vão ficar sabendo sim.

  • wa

    esse video da prefeitura de belo horizonte foi removido, mas quem quiser, acha facil facil:
    http://youtu.be/DCm28ieGIQZY