Phoenix - Ti, Amo

Phoenix
Ti, Amo

Glassnote Records

Lançamento: 9/06/2017

Era de se esperar que os franceses do Phoenix viessem com algo diferente no recém lançado TI, AMO, porém, a estranheza que o novo disco pode causar na primeira audição deve ser maior que o esperado. Depois da sequência matadora Wolfgang Amadeus Phoenix (2009) e Bankrupt! (2013)” que alçou a banda ao estágio de bandão e headliner nos quatro cantos do mundo, o álbum traz um Phoenix menos acelerado e mais íntimo.

A faixa que dá nome ao disco, “J-Boy” e “Goodbye Soleil“, foram as primeiras canções disponibilizadas também em vídeo, “Ti Amo” é a música com maior presença das guitarras de Laurent Brancowitz e Christian Mazzalai (guitarra) e por isso tem mais semelhança com o que já ouvimos da banda.

Nada no disco é usual, os sintetizadores, as referências a Itália, o tom contemplativo das composições, uma viajem contada em várias histórias. “Tuttifrutti”, “Lovelife”, “Fleur De Lys” tem muito de House Music e Synthpop, algo de Depeche Mode, Daft Punk e Cut Copy.

O clima do trabalho também é muito influenciado pelo momento que a França passava durante a gravação do disco, muitas questões políticas e os seguidos atentados, tudo culminou em um trabalho que busca uma mensagem mais ensolarada, que amenize o clima de incertezas que permeia a Europa.

Vale muito ouvir a curiosa “Fior Di Latte”, não só pelo nome, mas a canção é das melhores do disco, “Telefono” fecha o passeio de verão com a mistura cantada em inglês e italiano, no diálogo com o amor que não se quer deixar para traz.

A banda tem sido presença constante no circuito de grandes festivais europeus e ainda esse ano toca em São Paulo no Popload Festival de novembro, a mistura do clima do novo trabalho com os vários hits e mais um monte de musicão dos outros 5 discos, fazem do show dos caras um dos mais esperados e concorridos do mundo hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *