Planeta Terra ’09 – Comentários finais (Parte 9/9)

E acaba aqui (finalmente, né?) nossa cobertura do Festival Planeta Terra – um dos melhores (se não o melhor) festivais brasileiros de 2009. Depois de 8 resenhas contando o que de melhor rolou no evento, encerramos com algumas “impressões gerais” de cada membro do blog sobre o festival:

PLANETA_TERRA_FESTIVAL_2009

Thaís Cristina

Primeiro de tudo eu queria dizer uma palavra pra pessoa que teve a ideia de um festival no Playcenter: OBRIGADA! Muito genial. As pessoas se divertindo nos brinquedos enquanto os shows aconteciam, a infraestrutura de um parque de diversões, que já é propria para receber muitas pessoas. Não faltou comida, água, cerveja ou banheiro. Enfim, melhor ideia ever. Ponto alto da noite: carrinho de bate bate virando pista de dança. Ponto baixo: não teve. Ok, teve a chuva, mas ela ajudou aliviar o calor.

Marçal Righi

O Planeta Terra ganhou pelo terceiro ano consecutivo o prêmio de melhor festival do Brasil, com toda certeza. E realizá-lo no Playcenter foi o maior #epicwin do ano. Maior liberdade de escolha impossível, além dos dois palcos era possível gastar o tempo inteiro indo e voltando nas montanhas russas e outros brinquedos, que em sua maioria estavam vazios. Pena que nos dias comuns o parque é tão mal frequentado que quase ninguém vai aproveitar o Passaporte da Alegria que ganhou no festival. Apesar da excelente organização, ficam as sugestões para que a edição 2010 seja ainda melhor: a volta do DJ Stage, uma melhorada no line-up, e mais comidas, como diria minha avó, “com sustância”. Não dá pra passar um dia inteiro comendo Hot Pocket.

Neto Rodrigues

Confesso que fiquei mal acostumado com o Planeta Terra. Agora, pra mim, festival que se preze tem que ter a possibilidade do público andar de montanha-russa enquanto, lá no fundo, rola um animadíssimo show do The Ting Tings, por exemplo. Ou poder aumentar a adrenalina com uma queda de Turbo Drop como aquecimento para um show do nível de um Sonic Youth. Parabéns aos organizadores por terem tido a sacada de mestre de colocarem as bandas para tocar no Playcenter. E que ano vem possamos andar no Barco Viking antes de ver Phoenix e/ou Yeah Yeah Yeahs!

Alex Corrêa

Desde o início, vi o Planeta Terra de 2009 não como um festival de line-up impecável (porque isso ele não foi, com certeza), mas como uma boa oportunidade de ir num evento divertido e encontrar um monte de gente bacana – e, excetuando-se algumas surpresas, foi mais ou menos isso que aconteceu. O Playcenter, sem dúvida, dá um banho na Vila dos Galpões, que recebeu as outras duas edições do evento, mas parece que gastou-se muito dinheiro com um lugar maior e com bandas históricas (como Sonic Youth e Primal Scream), deixando de lado nomes menores da cena indie mundial (faltou algo que se equiparasse à qualidade de Foals e Animal Collective, que tocaram em 2008). De qualquer forma, foi muito divertido aproveitar os comes e bebes do Ônibus do Terra e curtir todo o festival. O saldo é positivo, certamente.

Leia também:

Planeta Terra ’09 – Iggy Pop
Planeta Terra ‘09 – N.A.S.A.
Planeta Terra ‘09 – The Ting Tings

Planeta Terra ‘09 – Metronomy
Planeta Terra ‘09 – Primal Scream
Planeta Terra ‘09 – Sonic Youth
Planeta Terra ‘09 – Móveis Coloniais de Acaju
Planeta Terra ‘09 – Maximo Park

  • ótimas todas os nove posts, aproveito agora para dizer 😀
    e o ponto baixo foi a falta de opção de comida pro publico vegetariano, mais de 8 horas só de batata chips é foda. ah, e os fãs malucos que não emprestaram a grade pra eu ver maximo park mas preferiram ficar sentados de costas. hahaha
    enfim, já estou esperando pelo terra 2010. hoho

  • Leandro

    Okay, cadê a resenha sobre o show do Patrick Wolf? O show dele foi citado, por muitos sites e blogs, a grande surpresa do festival!

  • Assino embaixo que o Planeta Terra continua o melhor festival do Brasil (mesmo sem ter ido nos outros, o que teoricamente me tira a autonomia de compará-los).

    Concordo que ano passado o line-up estava melhor (e que o show do Foals permanece como um dos mais fantásticos que já fui em minha vida – e eu nem conhecia a banda direito). De qualquer forma, os shows ainda assim foram muito bons, principalmente os do palco Indie.

    Mas o festival ganhou muito em ser realizado no Playcenter.

    Ainda tive o privilégio de vencer a promoção do ônibus camarote e aproveitar ainda mais o festival.

    Aguardando 2010 agora!

  • fernanda

    neto rodrigues, gosto muito de yeah yeah yeahs, mas vi o show deles no tim festival de 2006 e foi uma porcaria. infelizmente.

  • A cobertura foi muito bacana. Acompanhei do início ao fim e curti muito os textos, bem completinhos e agradáveis de ler. Mas é uma pena que vocês não tenham visto todos os shows. Patrick Wolf e Macaco Bong realmente mereciam ser mencionados na cobertura!

  • Hick Duarte: A cobertura foi muito bacana. Acompanhei do início ao fim e curti muito os textos, bem completinhos e agradáveis de ler. Mas é uma pena que vocês não tenham visto todos os shows. Patrick Wolf e Macaco Bong realmente mereciam ser mencionados na cobertura!

    Haha cara, valeu os elogios!
    E saiba que o Macaco Bong a gente só não viu porque o senhor Alex atrasou DUAS horas pra chegar ao Playcenter, daí quando entramos já tava começando o Móveis! Mas eu vi praticamente o show do Macaco inteiro, pelo telão do lado de fora, haha!

  • Pingback: Move That Jukebox! » Festival Planeta Terra confirma edição de 2010()