Planeta Terra ’09 – Metronomy (Parte 5/9)

O Metronomy ficou com uma missão difícil no line-up deste ano. Teria que disputar a atenção do público presente com ninguém menos que Sonic Youth, que só pelo nome já atraiu a atenção de quase todos os presentes no Playcenter. Quem decidiu deixar Kim Gordon e cia de lado para ver o que aqueles ingleses que pisavam pela primeira vez em terras tupiniquins tinham a mostrar, foi visto pelos ardorosos fãs de Sonic Youth como se cometesse uma heresia. Mas foi recompensado com um ótimo show, curto mas intenso.

metro

Eu sou apaixonado por Metronomy desde que ouvi Nights Out pela primeira vez, e eles estavam no topo da minha lista de “shows para se assistir no Terra”. Antes de me tocar que eles se apresentariam no mesmo horário que Sonic Youth, fiz um intensivão de noise rock, colocando vários cds dos americanos no meu novo Corby da Samsung (\o/), e gostei bastante.  Mas uma hora descobri a surpresa e tive de escolher. O show do Sonic Youth foi épico. Mas isso eu fiquei sabendo através dos outros, pois fiz a escolha certa, fui ao Coca Cola Zero Stage ver Joseph Mount e sua trupe.

O experimentalismo também apareceu muito forte por lá, mas de um modo animado, dançante, brincalhão. Logo no ínicio, após a abertura com a introdução de Nights Out, emendada à ótima “My Heart Rate Rapid“, Joseph disse à plateia: “Está chovendo né? Vamos fazer parar de chover, para que vocês possam curtir mais o show”. E não deu outra. A animação tomou conta de toda aquela região próxima ao Castelo dos Horrores, e enquanto todo mundo dançava, a chuva foi passando sem que se percebesse.

Até quem não conhecia a banda se divertiu com as sincronias de agudos e graves em “Holiday” e “Back on the Motorway“, cantou a grudenta “Radio Ladio” e se surpreendeu com as deliciosas músicas instrumentais, sempre acompanhadas das luzes penduradas nos corpos dos integrantes, que acendiam conforme o ritmo. O tecladista/saxofonista Oscar Cash fazia seu show particular com poses robóticas, e os novos na banda, Anna Prior e Gbenga Adelekan irmão de Kele Okereke, se mostravam seguros em sua bateria e baixo, respectivamente. Apesar da pouca duração, o tempo foi bem aproveitado e quem ficou para vê-los teve bons e alegres momentos, além de como disse Joseph Mount, poder contar aos amigos: “Eu vi o Metronomy fazer parar de chover.”

Setlist:

Nights Intro
My Heart Rate Rapid
On The Motorway
Back On The Motorway
Holiday
A Thing For Me
Heartbreaker
What Do I Do Now?
The End Of You Too
Radio Ladio
On Dancefloors
You Could Easily Have Me

Foto por Ariel Martini

________________

Leia Também:

Planeta Terra ’09 – Primal Scream
Planeta Terra ’09 – Sonic Youth
Planeta Terra ’09 – Móveis Coloniais de Acaju
Planeta Terra ’09 – Maximo Park