Popload Gig 2 @ Studio SP, 17/08/09

A segunda edição do mini-festival do Lucio Ribeiro mostrou que ele e sua equipe estão aprendendo bem como fazer isso. A princípio a grande maioria ficou com um pé atrás, pelo fato da edição paulista ser realizada no Studio SP e terem sido colocados à venda apenas 400 ingressos, a preços bem altos, que se esgotaram rapidamente. Outra questão foi a tal banda surpresa, que ficou um bom tempo para ser anunciada e acabou sendo a mesma que já havia sido divulgada há tempos no Rio, o Brollies & Apples. Mas a banda de Chernobyl (aquele mesmo do Rockgol) chamou a responsabilidade e fez dançar todo mundo que chegava ao Studio SP, que ia se enchendo aos poucos.

O show, recheado de sintetizadores e vocais femininos, não durou mais de 40 minutos, e então veio o Copacabana Club, velho conhecido dos leitores deste blog. Como sempre, fizeram um ótimo show, comprovando mais uma vez que justificam a fama que ganham a cada dia. Caca V, ainda com o pé quebrado, se divertia com pulinhos desajeitados, enquanto a banda mostrava que está cada vez mais experiente no palco. Após fecharem com ‘Sex Sex Sex’, veio a hora do Friendly Fires mostrar se sabem repetir no palco o que fazem muito bem no estúdio.

Quando os quase 30 minutos de atraso estavam começando a incomodar, a banda entrou e trouxe uma energia diferente ao palco, que começou a ser trocada com o público assim que o show se iniciou, com ‘Lovesick’. O vocalista Ed Mac logo se mostrou hiperativo, dançando e se mexendo o quanto fosse possível. Logo no início o povo já se mostrava bem solto, e o clima intimista do Studio SP somado ao palco baixo fizeram o show virar uma festona quando começou ‘Jump In The Pool’. Não era possível ficar parado diante do show de batidas que acontecia no palco, e todo mundo pulava, dançava, cantava. Quando terminou ‘Paris’, a banda se despediu e Ed prometeu que voltariam o mais breve possível. E voltaram. O bis veio com ‘Ex Lover’, que apesar de calma no álbum, foi mais uma completamente dançante ao vivo. O guitarrista Edd Gibson, que no início parecia meio tímido, se soltou por inteiro. Se jogou no meio do povo, saiu correndo com sua guitarra, subiu no mezzanino, voltou ao palco, mostrou o que toda a banda e o público sentiam, uma grande alegria. O show terminou com um longo tempo de aplausos e a certeza de que todos ali haviam se divertido muito. Agora é aguardar a terceira edição, que dizem por aí que já está sendo organizada. Corre aí Lucio, que o povo tá ansioso.

Por Marçal Righi

Vídeo por Paulo Terron

  • nemfui. :((
    mas pareceu tão legal.

  • “…palco baixo fizeram o show virar uma festona…” -precisa dizer mais?!!…

  • clara

    o show do rio no circo voador também foi sensacional! eles ao vivo são tão bons quanto nas gravações!!!!