Post-punk e rock industrial estão no novo disco de Kiko Dinucci

Kiko Dinucci durante gravação nos estúdios da Red Bull. Foto: Felipe Gbariel / Red Bull Content Pool

Texto: Lid Matos

Kiko Dinucci está por trás de vários projetos da mais nova safra da música brasileira, como Metá Metá, Passo Torto, Bando Afromacarrônico e a estreia solo de Juçara Marçal, companheira no Metá Metá. Em fevereiro, ele lançará seu projeto solo, Cortes Curtos, composto de 15 músicas sobre crônicas da vida caótica paulistana, que segue um som soturno, com influência do pós-punk de 1980.

O som de Cortes Curtos se assemelha em alguns aspectos com Metá Metá, nas letras poéticas, na vibe pesada, sombria e misteriosa, mas há grandes diferenças entre os dois. Enquanto MM se aproxima de influências brasileiras, como o samba, o projeto solo segue uma linha mais post-punk ou rock industrial, carregando mais nas distorções e nos riffs da guitarra. Escute o disco abaixo: 

 
O artista lançou dois vídeos apresentando faixas do novo disco, “No Escuro” e “Crack Para Dormir”, para a série Striped Sessions no Red Bull Studios, acompanhado de Marcelo Cabral no baixo e Sérgio Machado na bateria. Confira aqui e aqui