R.I.P – Oasis

Oasis

É com certa tristeza e com grande alívio que venho informar que deixei o Oasis hoje à noite. As pessoas vão escrever e falar o que quiserem, mas eu simplesmente não consigo trabalhar com o Liam sequer um dia a mais. Sinceras desculpas à todas as pessoas que compraram ingressos para os shows em Paris, Konstanz e Milão.

Peguei a tradução do post original do Noel no Oasis News.

A notícia veio depois da confirmação do cancelamento do show que o Oasis faria no Rock en Seine, em Paris, hoje (28). Houve uma briga nos bastidores minutos antes da banda entrar no palco e, segundos relatos da cantora Amy Macdonald (que se apresentava antes do Oasis) via Twitter, Liam, depois de muita discussão, quebrou uma das guitarras de Noel. Minutos depois, a banda já anunciava o cancelamento do resto da turnê (só faltavam mais dois shows) e o desligamento de Noel da banda.

.

[fã]Bem, minha banda favorita sempre foi o Oasis (quem me conhece sabe disso), então sou meio suspeito pra falar dos caras. Confesso que estou extremamente chocado e triste com essa notícia e um tanto quanto incrédulo. Tô querendo acreditar que o Noel vai voltar atrás e se acertar de uma vez com o Liam. Se isso não acontecer, bem, fazer o que? Só nos resta torcer para que o Noel tenha uma brilhante carreira solo (o que não será difícil) e que o Liam não desperdice sua voz fazendo propagandas de sua marca de roupas. Vou parar por aqui antes que eu comece a escrever um diário sentimental sobre a banda que foi uma das mais importantes do rock inglês nos últimos 17 anos. Cheers. [/fã]

  • Eduardo Azeredo

    Oasis pode não ser a minha banda favorita hoje, mas por muito tempo foi. E sem dúvida é a banda que mais marcou a minha vida. Por causa deles eu aprendi a gostar de rock quando era mais novo e por causa do último show deles aqui no Rio conheci pessoas maravilhosas que fazem parte da minha hoje.

    É impossível não lamentar o fim da banda.

    Agora, já tem um tempo que eu vinha com a impressão que a briga dos dois tava mais atrapalhando que ajudando a banda. Liam puxando de um lado, Noel do outro, e o Oasis patinando e não me impressionavam mais como nos tempos dos dois primeiros álbuns.

    Vendo por esse lado, eu até fico feliz com a separação e torço pra que os dois sigam seus rumos com projetos novos e tragam boas coisas. Porque eles podem.

    Não resta muito a não ser agradecer por tudo que esses caras fizeram pra mim até aqui. Thank you guys!

  • O Oasis, nos anos 90, foi um raio de luz que, junto do Blur, Pulp, Suede, entre outras, colocou a Inglaterra novamente no mapa do rock após a explosão do Nirvana. Eu considero o “Definetely Maybe” um dos 15 maiores discos da história da humanidade, quase irretocável, assim como seu sucessor “(What’s The Story) Morning Glory?”.

    Hoje em dia, em tempos de pretensão excessiva e um rock inglês cada vez mais pasteurizado (garotos magros milimetricamente desleixados + calças skinny + guitarras = Salvação do rock), o Oasis nos relembrava o valor da canção. Enquanto os popstars e os ascendentes astros da nova safra ficavam cada vez mais politicamente corretos, humildes e contidos, os Gallagher esbanjavam arrogância e bom humor. Bem, talvez não tanto bom humor da parte do Liam.

    Com o Oasis, vai não somente uma grande banda, mas também um dos últimos conjuntos com integrantes carismáticos que ainda existem na face da Terra.

    Resta a esperança que Noel faça uma carreira solo brilhante, o que, como o post disse, não será difícil.

  • É uma pena, adoro o Oasis.
    Mas eles ainda voltam….um dia.

  • Isadora

    Mas eles ainda voltam… um dia. [2]

    E se realmente não voltarem, que o Noel faça mesmo essa carreira solo!

  • LVCAS

    Bem como já falaram, Oasis foi uma das últimas bandas de Rock’n Roll de verdade
    Não é essa palhaçada de agora, onde juntam 5 garotos propositalmente magros e desleixados, com ações controladas pelos RPs das bandas, fazendo o que mandam, politicamente corretos e escrotos.
    Oasis é o Rock’n Roll.
    Pouca coisa sobra pra tentar salvar. Fica nas mãos do Kasabian agora a salvação do Rock’n Roll de verdade, e não essa merda nova que tá surgindo. Jack White e Josh Homme são outros que podem salvar o mundo, vindo do oeste.

    Oasis acabou numa champagne supernova de rock’n roll, com guitarra quebrada e tudo que tem direito, uma banda que vai viver para sempre.

  • Que triste notícia… Agredeço mil vezes por tê-los visto ao vivo em Maio. Ficará pra sempre na memória.

  • Caio.

    o oasis também foi a banda que me apresentou ao rock quando eu tinha uns 12/13 anos , e acredito que tive uma boa base musical até por que a maioria dos adolecentes nessa idade costuma ouvir bobagens enlatadas como Paramore ou Pitty. Eles farão falta pois , apesar de não terem mais o brilho de antes , a banda ainda lançava bons discos e sem falar que todos os integrantes compunham e não apenas o Noel como era antigamente.

    o mundo mudou muito , e o Oasis é um retrato de uma época que não volta mais.

  • Live Forever!

  • Pingback: O que esperar de Noel Gallagher | Papo de Homem – Lifestyle Magazine()