Raveonettes no Brasil: a novela fica tensa

A morte do Saulo não é nada perto dos contornos dramáticos que está ganhando a novela dos Raveonettes no Brasil: após anunciar que começaria hoje a venda dos ingressos, o SESC simplesmente suspendeu a operação minutos antes de a bilheteria abrir.

Cynthia, a amiga da reportagem – que iria comprar o meu ingresso – chegou à fila do SESC Pompéia ao meio-dia. Aguardou em um galpão abafado por duas horas. Ela conta que, quando faltavam quinze minutos para a bilheteria abrir, apareceu um sujeito do SESC avisando que a venda dos “rávionets” não seria iniciada hoje, devido a “problemas contratuais”. Ou seja, não apenas o atendimento do SESC passou informações erradas como também falhou em se retificar com antecedência aos fãs que se acumulavam na frente da bilheteria.

“Cheguei lá meio dia e só tinha três pessoas na fila, mas quando abriu para venda às 14h, já tinha umas duzentas”, conta Cynthia. “Eu era a quarta da fila e só consegui comprar ingresso para o Lou Reed na fileira 25. Tava pior que o show do Franz na The Week”, compara.

Problemas contratuais? Tem que ver isso aí hein, SESC. A banda, enquanto isso, não se pronunciou a respeito no Twitter. Aguardem os próximos capítulos.

  • Duque

    É, acho que agora já era…Que palhaçada da organização hein!

  • Virginia Ambrus

    Eu estava lá também. Achei sacanagem.
    Fora que demorei para sacar que: rávionets = raveonettes.
    Pelo menos consegui comprar o ÚLTIMO ingresso do show do Lou Reed.

    O negócio é continuar acompanhando a novela, e ao sesc: vergonha na cara e bota essa porra pra funcionar direito.

  • Diogo

    Bando de manés, mais respeito com o Sesc, os caras organizam milhares de eventos por ano e no único que “dá pau” os caras já viram incompetentes e o caralho a quatro. Se foder viu!

  • Rogerio

    Também tava lá.

    Era o nono da fila e conseguir para a fileira P.

    A outra justificativa que tava lá sobre o show do Raveonettes é o fato de turnê da banda na Ásia o que antecederia o show no Brasil.

    E, sim, eles erraram de não avisar antes. Mas quando o fio anunciou que não iria vender ingresso para o show do Raveonettes não vi ninguém ir embora. O público tava lá pelo Lou Reed.

    E eu não entendo. O melhor seria fazer igual se faz sempre? Vende em um único lugar, a galera acampa ou se mata pela web?

    Sobre a galera ficar implicando com a pronúncia do nome da banda pelo tio do SESC… vai ser chato lá na pqp, hein!? Desde quando inglês é a segunda língua no Brasil?

  • Eles vêm ao Rio de Janeiro?

  • Micha

    Agora a banda confirmou no Twitter e Facebook. Sesc informou que as vendas devem começar amanhã. Aguardamos cenas dos próximos capítulos.

  • Diogo

    Não entendo 200 pessoas na fila no Sesc Pompéia, se as vendas são totalmente descentralizadas… com certeza é um pessoal que não está acostumado a shows no Sesc. Pode-se comprar no Pompéia, Pinheiros, Itaquera, Interlagos, Belenzinho, Consolação, Vila Mariana, Osasco, Santo André, São Caetano, Carmo…

  • just like dani

    acabei de ler no site deles que o show é mesmo dia 19.
    resta saber como o sesc irá vender os ingressos. e quando…

    🙂