Rio de Janeiro, an Absolut City

IAAW2-4

Por Heitor Machado

Apesar do domingo (7) nublado e atipicamente frio para a maioria dos cariocas, o evento In an Absolut World foi um sucesso. Com a premissa “a photo shoot is a great party”, o projeto foi todo organizado pelo fotógrafo Renato de Cara, um dos escolhidos da Absolut.

Realizado no Parque Lage, no Jardim Botânico, o evento precisou de autorização especial do IBAMA: tudo para garantir que a integridade do local permanecesse intacta. A escolha não foi melhor: quem conhece o Parque sabe de sua beleza, ainda mais com a iluminação especial que decorou o local, espalhando pontos de luz com a cor “azul Absolut.” Na piscina, garrafas cenográficas flutuavam com o nome do evento.

A festa, logicamente open bar, contava com seis bebidas disponíveis. O drink mais tradicional da lista era o , que talvez tenha feito mais sucesso por isso. Os outros podiam parecer exóticos demais: Rocket Starter, feito de uva thompson; Mangostini, um martini feito com Absolut de manga; Absolut Trilogy, que vinha com caju e lichias em calda; e Vanilla Chill, apenas Absolut vanilla com água de coco. Para acompanhar os drinks, o buffet de Adriana Mattar.

O som da festa passou do lounge ao hip hop, tudo apresentado pelo DJ Dani Roland. Nelly Furtado, Madonna, Ting Tings, Lykke Li e clássicos dos anos 80 e 90 como New Order, Depeche Mode, Eurythmics e George Michael animaram o início da festa. Por volta das 23h, começou no palco o show da banda Stop Play Moon. Mesmo com um ótimo som, era difícil entender quando a vocalista Geanine Marques falava. A banda foi uma boa escolha para o evento, acertando no tom e clima da festa. O momento mais animado do show provavelmente foi na apresentação de “Hey”.

Apesar disso, muitas pessoas preferiram ficar do lado de fora, já que na pista não havia bar nem garçons servido. O pessoal que aproveitou o show nem viu a chuva caindo lá fora, que deu trabalho pro pessoal da organização, encarregado de secar todos os puffs. Após o show, foi a vez do DJ (e também ator) Rodrigo Penna, já conhecido pelo seu famoso bailinho, que iniciou seu set com funk.

Com muita gente bonita, o evento ainda contou com famosos como Maria Paula, Danton Mello, Rodrigo Santoro, Preta Gil, Susana Vieira, Carolina Dieckman e seus pares, Sandro Pedroso e Tiago Worcman, que provavelmente decidiram esticar a noite após o Rio Fashion Week. Com previsão de acabar por volta das 2h, a festa esticou até às 3h da manhã de segunda. Uma bela maneira de começar a semana.

  • O mais legal é que essa festa NÃO FOI em uma mansão nazista, he.