Rubel conta como nasceram os clipes de “Ben” e “Quando Bate Aquela Saudade”

Rubel. Foto: Jonas Tucci/Divulgação

Rubel está vindo tocar na cidade, a apresentação é única e serpa nesta sexta (19), lá no Sesc Bom Retiro. Saiba mais no Azoofa. O carioca vai apresentar o seu primeiro disco Pearl (2013), que tem duas músicas que ficaram muito conhecidos, principalmente por conta de seus clipes muito bem produzidos, “Ben”, mais recente, e “Quando Bate Aquela Saudade”, que abriu as portas para as 9 milhões de visualizações que o clipe tem hoje!

Acontece que, não é só para dar serviço de show que o Move That Jukebox existe e por isso, resolvemos fazer uma única pergunta ao Rubel: Mas rapaz, como foi que nasceram as músicas e clipes dessas canções?” e ele respondeu assim:

“Ben” é uma música que fiz para meu sobrinho quando ele tinha dois anos de idade e eu estava longe dele. A ideia era contar um pouco para o Ben sobre algumas coisas importantes que eu descobri ao longo da vida. Uma espécie de carta de boas vindas. Alguns conselhos que ainda pode ajudá-lo a se virar nesse mundo.
A ideia do clipe era pegar uma ideia central da música, a de que, em geral, quanto mais velho a gente fica, mais difíceis são os obstáculos da vida, e transpor isso para um jogo de videogame. No jogo, o Ben é o protagonista, e ele vai atravessando as fases da vida: os primeiros passos, a escola, o aniversário, o medo do escuro, o primeiro namoro, o primeiro término, e por aí vai.

“Quando Bate Aquela Saudade” é uma canção de amor para uma pessoa que está longe. A ideia do clipe era traduzir o sentimento da falta nas mais diversas situações, com as mais diversas pessoas, em um dia na cidade do Rio. Desde o vendedor de bala, até um taxista, um empresário, uma criança, um sanfoneiro, uma velhinha, cada um com a sua falta.

O Rubel já está trabalhando no novo disco, que sairá pelo Natura Musical. O artista foi contemplado após ganhar pela votação popular! E a gente deu destaque para os artistas que trabalharão este ano com a Natura aqui. Para todo mundo ficar sabendo, neste show, Rubel será acompanhado de Antonio Guerra (teclado, acordeom e piano), Bubu (trompete), Pablo Arruda (baixo acústico) e Pedro Fonte (bateria).