Studio Reports

O Klaxons teve seu segundo disco negado pela gravadora e ainda está regravando-o todo na capital inglesa, sem previsão de entrega ou lançamento. A banda está trabalhando no The Promises, único estúdio do Reino Unido a utilizar energia solar para funcionar. É uma boa forma de trazer um pouco de luz para o disco, que foi considerado “obscuro, experimental denso e psicodélico demais” pela Universal. Em outubro, quando veio o Brasil, o Klaxons incluiu duas faixas inéditas em seu setlist, e o público parece ter gostado desse novo experimentalismo. Eu, pelo menos, adorei.

Em março, quando o selo negou o disco, a imprensa britânica soltou que o Klaxons tinha apenas mais um mês para entregar o álbum. O prazo, pelo visto, já foi violado.

Valley of Calm Trees, do novo álbum, ao vivo no Rio de Janeiro – com som ruim na gravação.

Kate Nash, que já está parada há quase um ano, também está focando no lançamento de um segundo disco. Em seu MySpace, a cantora escreveu que está em Los Angeles conversando com diferentes produtores e analisando possibilidades para o próximo trabalho.

  • Lara Mendonça

    Cara, eu lembro disso como se fosse hoje. Foi muito bom ouvir essa música no show, pirei legal. Acho que tenho ela gravada em video no pc, em algum lugar… hm…

    Me preocupei quando o album deles foi negado… Mas acho que vai sair algo bom (espero).

  • Gostei da piadinha infame sobre a luz.
    E que venha o novo da Kate Nash *_*

  • Pingback: Move That Jukebox! » Klaxons surge com misteriosa contagem em seu site()