Surfer Blood – Astro Coast

Ter uma primeira música de trabalho que cause impacto, ou mesmo curiosidade alheia, é essencial para uma banda ganhar o benefício da dúvida dos vorazes consumidores de música atualmente – que ignoram sem dó nenhuma artistas que não prendam suas atenções nos primeiros segundos de cada vídeo ou faixa escutada. É uma triste realidade que raramente dá segundas chances para bandas cujos myspaces e youtubes da vida não apresentem “cartões de visita” chamativos e de qualidade.

Sabendo muito bem de tudo isso – ou não! -, o Surfer Blood teve a sacada de lançar, como primeiro single, a incrível “Swim”, que é uma das músicas mais grudentas (no bom sentido) de 2010, apesar de ter sido divulgada como single em 2009. “Swim” deixa claro como é a sonoridade que permeia todo o disco de estreia do Surfer Blood: baseado quase que essencialmente em guitarras levemente distorcidas e no vocal ecoado e algo juvenil de JP Pitts.

Astro Coast, nome do debut do grupo, começa com a agradável “Floating Vibes”, que abre caminho para “Swim” vir na sequência e deixar seus ouvidos maravilhados com o “swim to reach the end” cantado despretenciosamente no refrão. “Take It Easy” exala uma vibe à Vampire Weekend que empolga bastante – e precede uma das melhoras faixas do disco, “Harmonix”, que, como o próprio nome entrega, é uma baladinha de quase 5 minutos envolta por harmônicos de guitarras bem pensados. A instrumental “Neighbour Riffs” fecha a primeira metade de Astro Coast com muitos solinhos de guitarra acompanhados por um eficiente riff de baixo.

Dentre as 5 últimas músicas do álbum, destaca-se a dupla “Fast Jarboni” e sua versão mais calma, a linda e extensa “Slow Jarboni”. Depois de quase 40 minutos, “Catholic Pagans” recebe bem a incumbência de fechar o debut desse promissor quarteto vindo da Flórida – que não só soube bem como chamar a atenção de seu público logo no primeiro single, como também não abaixou o nível e concluiu mais 9 músicas para criar, assim, um dos bons discos do ano até agora.

-> Astro Coast foi lançado no dia 19 de janeiro, via Kanine Records.

1 Comentário para "Surfer Blood – Astro Coast"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *