Terron’s Jukebox (With Lasers/Rolling Stone)

Na Jukebox Weekly de hoje, temos a honra de apresentar um dos mais antenados jornalistas e conhecedores de cultura pop do país: Paulo Terron.

Paulo (@pterron), além de ter o famoso blog With Lasers, já trabalhou na falecida revista Bizz e hoje é editor assistente da edição nacional da revista Rolling Stone, onde publica resenhas bem fundamentadas e entrevistas e matérias variadas e interessantes.

.

pt

E o hype? – o que você tem escutado de novidade?
Acho que as coisas mais interessantes deste ano surgiram dentro do hip-hop. Para mim, 2009 foi do Wale, do Kid Cudi e do The-Dream. Não teve pra mais ninguém. Curiosamente, não sou fã de rap e hip-hop. Até me considero bem ignorante no assunto.

Good Times Bad Times – qual banda/artista sempre esteve ao seu lado, como trilha sonora de sua vida, tanto nos momentos ruins quanto nos bons?
Jeff Buckley, com certeza. O Grace deve ser o disco que eu mais escutei na vida. Os Beatles também, mas eu escuto TANTO Beatles que seria injusto colocá-los para competir com artistas “normais”.

Do the D.A.N.C.E. – o que não pode faltar na hora de soltar a franga na pista?
Na pista eu sou total farofa. Black Eyed Peas, Lady Gaga… Quanto mais “rádio FM”, melhor.

Qual banda e/ou segmento musical você queimaria com lasers, sem dó?
Não consigo ouvir reggae. Não tenho explicação, mas é um ritmo que não suporto.

Você não vale nada mas eu gosto de você – todo mundo tem um guilty pleasure, vai. Aquela banda que, quando começa a tocar no computador, você desabilita o last.fm o mais rápido que pode.
Pode ser o Black Eyed Peas ali de cima? Eu curto música pop “rasteira” – mas não tenho vergonha disso! Eu evito que as pessoas vejam que estou ouvindo esse tipo de coisa mais por preguiça de ter de explicar. Música é música, ninguém deveria ter de explicar o motivo de gostar de algo!