xx - The xx

xx
The xx

Young Turks

Lançamento: 14/08/09

O hype, por mais abrangente e descriterioso que seja, as vezes funciona. Prova disso é o quarteto londrino The xx. Sofrendo quase uma superexposição em blogs e sites especializados em 2009, a banda superou expectativas e mostrou, com seu debut auto-intitulado, que misturar tímidas guitarras limpas com uma climática à la post-punk e ainda sintetizadores sutis pode render ótimos resultados – e elogios, consequentemente.

Os primeiros 15 minutos de xx são simplesmente fantásticos – desde a introdução instrumental de “Intro” (dã), até a faixa “Heart skipped a beat”, passando ainda pelas lindas “Islands” e “Crystalised” (candidatas a entrarem para as listinhas de melhores músicas do ano, possivelmente). As 6 faixas restantes, mesmo não soando tão incríveis (com exceção da ótima “Basic space”), mantêm bem o alto nível iniciado no disco.

Em um ano em que debuts impactantes não foram tão comuns (existiu algum, pra falar a verdade?), se destaca uma banda formada por 4 jovens britânicos de 20 anos que não vieram para revolucionar nem para criar um novo estilo dentro da música, mas sim para fazer músicas gostosas de serem ouvidas, soando agradáveis e originais ao mesmo tempo.

Leia também

  • Thaís Imb.

    Adoro esse CD, muitcho bom.

  • acho esse disco fenomenal. fiquei realmente embasbacado com a simplicidade, a beleza e a sensualidade do som do xx. e não enjoo do disco de jeito nenhum!
    assim como outro grande álbum desse ano, wolfgang amadeus phoenix, me arrisco a dizer que o disco não tem nem uma música “mais ou menos”. são todas sensacionais, ou, no mínimo, muito acima da média.
    não é à toa que os dois álbuns citados estão no alto da minha lista de melhores do ano.

  • Manny

    Quando eu escuteia música “Cystalized” eu achei incrivel e imediatamente baixei o CD. Tamanha decepção. O resto do disco não consegue manter a qualidade da música em questão, fora que a decadencia de nível é muito grande a ponto de alguma músicas soarem R&B. Realmente concordo que o ano não teve grandes debuts, mas ainda assim acho que “Lungs” da Florence And Machine e “Hands” da Little Boots são os melhores.

  • Kaiam

    Baixei ontem. Maravilhooso!

  • Um dos melhores discos de 2009 que já ouvi. Poderia dizer que a melhor, de longe, é “Shelter”. Sem dúvidas, a melhor faixa para se apresentar a alguém que não conhece o The xx.

  • Kaiam

    Com certeza, ate agora, XX e Florence + The Machine estao no top top de debuts do ano pra mim.

  • true, true. tinha esquecido o da florence e da little boots
    tem la roux também
    mas tipo, considero todos no mesmo nível do xx…

  • Cami

    Nossa, muito bom.

  • Manny

    Para mim, os melhores do ano ficaram com os veteranos: Mew com “No More Stories…”, Placebo com “Battle For The Sun” e Tegan and Sara com “Sainthood”. Porém dos três eu destaco o novo do Placebo. Eu acho que eles fizeram um álbum pop perfeito, não há uma música ruim ou média ali, todas eu enquadro de boas para cima.

  • Bruno

    só eu achei uma merda, assim como 90% das bandinhas novas que usam teclado e semelhantes?

  • Thaís Imb.

    Hahaha, Shelter! Conheci a banda com Shelter e aí cacei o cd 😀

  • Gepetto

    #Bruno

    não. eu também.

    simples alem da conta.

  • o álbum inteiro é bom e acho que a resenha de vocês poderia ser um pouco mais do que simples exposição do seu gosto e uma breve descrição do estilo.

    Uma pena que a intro do album do xx seja tão curta!

    abraco

  • Pingback: Move That Jukebox! » The xx perde integrante()

  • Pingback: Move That Jukebox! » “Insects”, nova do The XX()