Tom Morello e a tentativa de ocupar o SXSW

O guitarrista do Rage Against The Machine causou na última edição do SXSW. Na última sexta-feira o músico resolveu expandir sua apresentação solo, que parecia não caber mais na sala Swan Dive. A atitude que recebeu o nome de “Occupy SXSW” (contando com apoio do movimento Occupy Austin) foi levar o show para as ruas (os ingressos para o festival beiravam os quinhentos euros).

Ainda no interior da sala, empunhando um violão e cantando solitariamente, Morello anunciou “Sou o Nightwatchman e esta é uma revolução de um homem só”. Logo após isso, sua banda de apoio Freedom Fighter Orchestra subiu ao palco para acompanhá-lo.

Daí pra frente teve versão de “The Gosto of Tom Joad” (dedicada a Bruce Springsteen), “Kick Out the Jams” (com participação de Wayne Kramer, do MC5), entre outras coisas. “Vou até lá fora… Singam a minha guitarra” – foi o que se ouviu em seguida. “Ouvi dizer que a polícia vem aí a qualquer momento para acabar com isto. Isso não me interessa”. De fato a polícia chegou e acabou com a farra. Mas como por essa ninguém esperava, deixamos nossa saudação a Tom Morello, pela ousadia.