Três videoclipes nacionais: Xênia França, MC Soffia e Iara Rennó

SÃO PAULO, SP, BRASIL, 10-10-2015, 19h: Retrato da cantora Xênia França. (Foto: Lucas Lima/riscafaca).

Xênia França dá primeira pista da cerreira solo. (Foto: Lucas Lima/riscafaca).

Nem precisa explicar que os destaques dessa semana são para três mulheres, diga-se de passagem, que tem em comum o que? Serem maravilhosas e lutarem contra o machismo.

A cantora Xênia França é vocalista do grupo Aláfia e agora começa a revelar seu projeto solo. A primeiro música que está no ar é “Breu”, que foi lançado no programa O Canto. A inspiração para a eltra vei de uma mulher, Claudia Santos, morta pela Polícia Militar no Rio em 2014. Na letra, Xênia canta contra o racismo e a hipersexualização da mulher negra.

MC Soffia é notória. A menina de apenas 12 anos faz sucesso justamente por falar sobre emporedamento feminino, especialmente para as mulheres negras, em suas letras e em “Rapunzel de Dread” não é diferente. Ela canta: “Na minha história Rapuzel tem dread, ela é negra e é rastáfari, não precisa de príncipe para se salvar. Ela é empoderada e pode o mundo conquistar”. Precisa falar mais? Na música ela é acompanhada pela banda Gram.

Por um coincidência sem fim, finalizamos com mais uma mulher negra aqui na sequência de hoje. Iara Rennó lançou o videoclipe de “Mama-me”, que está no incrível disco Arco. Com o dorso nu, ela e muita outras mulheres mostram sem vergonha seus seios. Além de Rennó, estão lá Assucena Assucena (uma das vocalistas das Bahias e a Cozinha Mineira), Juliana Perdigão, a jornalista Carola Gonza, a poeta Alice Ruiz, e a cantora Bárbara Eugênia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *