Vocalista do Black Drawing Chalks conta ao MTJ detalhes sobre disco ao vivo da banda

Que ano foi 2009 para o Black Drawing Chalks! Não só ganharam o topo da nossa seleção de melhores discos nacionais de 2009, como também encabeçaram a lista da Rolling Stone de melhores músicas brasileiras do ano, com o hino “My Favorite Way“.

Foto por Hick Duarte

Com todo esse reconhecimento e adoração, tanto pela mídia quanto pelos fãs, a banda resolveu gravar e lançar um disco ao vivo. E foi sobre essa nova empreitada do grupo que o vocalista, Victor Rocha, falou um pouco com o MTJ, com exclusividade:

Foi uma ideia que surgiu para tentar levar a impressão de como é nosso show a quem consome a nossa música. Muita gente fala bem [do show] e, depois que o vê, realmente abraça a banda, pois é fruto de algo que fazemos com todas as nossas forças, sempre tentando nos superar na questão da presença [de palco] e da música.

A apresentação ao vivo acontecerá no dia 11 de março, no Bolshoi Pub, em Goiânia, obviamente: “Claro tem que ser em Goiânia. Pelo menos o primeiro [disco ao vivo], hehe. Onde tudo começou. […] E queremos também filmar o show inteiro. Quem sabe fazer um “Preto e Branco” foda e, depois, disponibilizá-lo na net.”

Sobre o repertório da apresentação, Victor nos disse que será uma grande mescla entre músicas dos 2 álbuns que a banda já lançou, mas também terá inclusões de canções inéditas que estarão em um terceiro disco: “Não faz sentido gravar um disco ao vivo com muitas músicas de um CD apenas. E nós estamos com músicas novas, doidos pra mostrá-las ao público!”, acrescenta o animado frontman do Black Drawing Chalks.

O lançamento da performance em vinil, de acordo com Victor, “seria um sonho”. Mas, com certeza, não faltarão opções do registro em CDs convencionais e como links disponibilizados internet afora, ato que a própria já fez com seus discos anteriores.

O ótimo Urbanaque divulgou, além de um rápido e divertido bate papo com o guitarrista dos Chalks, Renato Cunha, um vídeo com um trecho de uma música inédita da banda, chamada “Red Love”, que você confere logo abaixo: