Warner Music Group é vendido por US$ 3,3 bilhões

O Warner Music Group foi vendido por 3,3 bilhões de dólares. Após muita especulação e disputa entre diversos compradores – que chegou a envolver um dos fundadores do Naspter, Sean Parker -, finalmente o processo chegou ao fim. Além do pagamento, o comprador herdou mais de 2 bilhões de dólares em dívidas e processos.

A proposta vencedora foi do russo Len Blavatnik. A venda de um grande grupo não é novidade nenhum, principalmente no dias de hoje, com a indústria fonográfica indo de mal a pior. A venda da terceira maior representante desse setor deve ser uma oportunidade legal para a discussão do modelo atual dessa indústria. Pensando em perspectivas de mudança no modelo da Warner Musica Group, o cenário não parece dos mais favoráveis. O comprador, que é um “barão do petróleo”, não parece oferecer grandes chances de mudança – algo que seria bem mais provável com um dos caras que criou o Napster cuidado da empresa.

Além disso, alguns boatos já apareceram pra dizer que o mesmo Blavatnik está estudando a compra da EMI e a fusão das duas gravadoras. Apesar da descrença, não custa esperar para ver se alguma coisa muda pra melhor ou se o modelo, ao que tudo indica, está realmente falido.