Yes, we have rock n’ roll

Em meio a tanto experimentalismo, folk, “jovem-guarda-revival” e batidinhas eletrônicas que estão na moda na cena independente brasileira, descobri recentemente 3 bandas que tem o rock n’ roll e suas raízes e ramificações como base fundamental, sem frescuras e que mantêm o nível de decibéis lá no alto. Das 3 que serão citadas, uma já tem um certo tempo na estrada, outra já começa a colher os frutos do ótimo som que fazem e a última acaba de lançar seu primeiro EP, com 4 excelentes músicas.

.

-> Lenzi Brothers

Os Brothers (oi, bial?!) são de Santa Catarina e, como um ótimo power-trio, fazem uma notável barulheira calcada na essêncial do rock. Há claras influências de Jimi Hendrix, Beatles, Stones, Led Zeppelin e até dos “recentes” Supergrass e Cachorro Grande. Na última sexta (22), tive a oportunidade de conferir um (curto) show do trio e gostei muito da energia que eles botam no palco, com bons backing-vocals da cozinha da banda enquanto o vocalista e guitarrista, Marzio, canta em alto e bom som letras como, por exemplo, “Sou menos complicado que a tabela periódica/Sou simples como um beijo ou refrigerante e vodka”.

lb

Pra ouvir essa (“Tabela Periódica”) e mais algumas da banda, é só entrar no Myspace dos caras. Se quiser baixar, o site da TramaVirtual disponibilizou os 3 discos que os Lenzi Brothers já lançaram até o presente momento. Minha dica é pra baixarem o último, chamado, convenientemente, Trio.

.

-> Black Drawing Chalks

Essa banda de Goiânia está na ativa desde 2004 e seu disco Big Deal foi descoberto por mim há uma semana e eu simplesmente o escuto umas 2 vezes por dia, no mínimo, desde então. O negócio é sério! Fazia tempo que uma banda nacional de rock n’ roll não me surpreendia tão positivamente. Até porque as influências da banda, além do rock n’ roll clássico, vão também de grunge até o hardrock, passando ainda pelo stoner.

BDC

Com uma produção que privilegia guitarras sujas e distorcidas, o BDC nos remete muito a áurea fase “Gimme more” do Forgotten Boys, fazendo um rock n’ roll digno de comparações com The Black Crowes, Hellacopters e até um pouco de Queens of the Stone Age. E pensar que o quarteto goiano já passou pela minha cidade (Uberlândia – MG) algumas vezes de um ano pra cá e eu nem dei moral.

Enfim, pra quem se interessou, o Myspace da banda é este aqui. Já no site da banda no TramaVirtual, há mais músicas para download. Corre lá!

.

-> The Outs of Outland

Pra quem acha que já ouviu falar neles (talvez na época em que eram só The Outs) e não sabe onde foi, a resposta pode ser aqui: numa entrevista que o Alex fez com o Dennis, membro do The Outs of Outland. A banda, que foi escolhida pela NME e pelos irmãos Gallagher, do Oasis, para assistirem qualquer show dos britânicos nessa atual turnê (mais detalhes na entrevista), acaba de lançar seu primeiro EP.

Confesso que fiquei, literalmente, de boca aberta ao final da quarta e última música do tal EP. Talvez pela influência principal dos caras ser o rock inglês e especialmente o Oasis (minha banda favorita, claro!). Minha reação foi de instantânea ansiedade pra ver como será um disco inteiro desses garotos cariocas que conseguem emular brilhantemente as melhores qualidades do Oasis (a voz, principalmente), passando por influências de The Verve, Beatles, Kasabian, entre outros grandes do rock inglês. Destaque para a m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a “Bright new rainy day”.

outs

No Myspace da banda dá pra ouvir as 4 músicas do EP, que aliás, se chama Maybe Pleasing. Pra quem quiser baixar, o Dennis postou um link na comunidade da banda. É só passar lá e fazer o download, tá falado?

2 Comentários para "Yes, we have rock n’ roll"

  1. Pingback: Move That Jukebox! » Black Drawing Chalks – Life is a big holiday for us

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *