Afinal, o que é #SWU?

Ontem logo pela manhã fomos todos surpreendidos por uma declaração no Twitter do Eduardo Fischer, dizendo que o suposto Woodstock Brasil mudou de nome para Starts With You e que, naquela manhã, haveria uma coletiva de imprensa para explicar tudo direitinho. Acompanhamos o streaming da coletiva e conseguimos boas informações.

Porém, à noite, rolou um evento destinado especialmente aos blogueiros, e o Move foi conferir de perto e descobrir realmente qual era a ideia do grandioso #SWU.  O evento, muito bem organizado pela agência Pólvora!, foi bonito e cheio de figurões da blogosfera paulista. Em uma apresentação rápida mas bem completa, Eduardo Fischer explicou tudo o que é o Starts With You (no Brasil, “Começa com Você”), que tem o festival de música como apenas uma das partes de um grande movimento para mudar o mundo, e isso não é um exagero.

O movimento parte da ideia de que cada um de nós, fazendo pequenas ações que não estão nada longe do nosso alcance, pode ajudar. O princípio é como o do conteúdo colaborativo na Internet, em que cada um faz um pouco e isso vira algo grande. É assim, só que o conteúdo nesse caso é um ato, como aumentar a temperatura do ar condicionado ou deixar o carro em casa um dia e ir trabalhar de bicicleta.

O SWU deve fazer um barulho legal em todas as mídias, online e offline. A proposta é muito interessante, mas como somos um blog de música, vamos ao que mais nos interessa, o SWU Music and Arts Festival.

O festival já saiu na frente de muitos outros organizados aqui no Brasil, por ser divulgado com local, data, 4 atrações grandes confirmadas e vários detalhes da organização, inclusive mapa do local e tudo mais. Seguindo o modelo de grandes festivais como Glastonbury e Coachella, o SWU acontecerá durante os dias 9, 10 e 11 de outubro na enorme fazenda Maeda, em Itu, a cerca de 70km de São Paulo.

Para os shows, serão 2 palcos grandes, uma tenda menor para as bandas novas e uma outra tenda reservada à música eletrônica. Já confirmadas estão as bandas Incubus, Dave Matthews Band, Pixies e Linkin Park. Se, mesmo assim, esses nomes não animaram tanto, é só aguardar. O festival promete 60 atrações, entre bandas e DJs nacionais e internacionais.

Para quem quiser viver a vibe Glastonbury mesmo, o festival terá estacionamento para 30.000 carros e três áreas de camping, para abrigar cerca de 8.000 barracas. Os banheiros terão chuveiro e, entre as praças de alimentação, haverá uma apenas com alimentos orgânicos.

O movimento da sustentabilidade está forte e o festival tem tudo para ser o maior do Brasil. Estamos ansiosos aguardando novas informações, que devemos receber em primeira mão. Conforme chegarem, já sabem, passamos tudo aqui no Move. Para ainda mais informações sobre o SWU, é só visitar o site oficial do festival.

  • Mateus

    Acho que as três edições do Rock In Rio no Brasil ainda tem um tamanho maior.

  • rete

    Um evento que despeja toneladas de carbono no ambiente por vias terrestres e aéreas, movimenta toneladas de equipamentos. Lixo de evento pra ambientalista com consciencia pesada?

    Seria ao nível de Coachella se não tivesse esse pseudo moralismo de ‘sustentabilidade’.

    Ao menos tenham vergonha na cara, plantem milhares de arvores e zerem todas as emissões de carbono que um evento desse gera. Depois disso é que terão o mínimo de moral pra falar em evento sobre a sustentabilidade. É cada merda pseudo moralista, masturbativa e enrolativa.

  • Joy

    Eu quero me sentir com se estivesse em Woodstock! A minha vibe será essa…Peace and Music!

  • Paulo Gallo

    Perguntei pra vocês, via twitter, e fiquei sem resposta. Me digam: alguma vez o Eduardo Fischer realmente chamou esse evento de Woodstock? Pesquisei bastante e não achei nada do tipo. O “máximo” que ele disse é que o evento seria nos moldes de grandes festivais, e citou o Woodstock como um deles. Semearam um enorme boato e deu no que deu. Cheio de gente falando mal e reclamando de (a princípio) não trazerem as bandas antes “confirmadas” – especuladas, no caso.

    Ponto positivo pra quem tá organizando, e vários negativos pra todos os sites, blogs, twitters que vêm divulgando informações sem nem saber se são verdadeiras. Woodstock Brasil? Menos gente, bem menos.

    Enfim. Esperava que o evento fosse algo desse tipo mesmo, e fiquei bem satisfeito com o que já foi oficialmente divulgado, apesar de não curtir as bandas que virão. Espero que dure por anos, pq a ideia é ótima! E que surjam, por todo o país, vários festivais como esse – com bandas de fora do Brasil. Mas claro que nada vai chegar nem perto do Rock in Rio.

  • Li no withlasers que eles só vão trazer bandas com envolvimento ecologico e politico. Talvez isso já descardas muitas bandas que eu gostaria de ver. Por que não chamam o Manic Street Preachers ? os caras são lendas e nunca vieram pro brasil.

  • Paulo, em resposta a várias pessoas no Twitter o Eduardo falou que não estava confirmado, mas ficava claro que ele estava falando do Woodstock Brasil. O boato não circularia por aí sem mais nem menos, certo? Houveram negociações, inclusive, sobre o uso do nome Woodstock para o evento, que não foram muito bem. Dê uma olhada no link do All Access Media, que tem muitos laços com gravadoras e com a produção do evento:
    http://www.a2media.com.br/blog/2010/04/woodstock-will-take-place-in-brazil-and-maquinaria-festival-expands/
    Leia esse post, também:
    http://www.rollingstone.com.br/secoes/novas/noticias/brasil-tera-woodstock-em-2010/

    E realmente duvido que chegue aos pés do Rock in Rio, mas – mesmo se as atrações forem tão mainstream e antiquadas quanto as que estão sendo faladas – teremos um festival enorme e histórico por aqui.

  • Também vale dizer que um dos tweets do Eduardo Fischer que mencionavam o nome Woodstock foi apagado:
    http://twitter.com/Eduardo_Fischer/status/11781465443

  • Joy

    Tudo isso sobre nome do evento o que o Eduardo Fischer falou, o festival ser inferior ao Rock In Rio dispersam o assunto principal do projeto: Conscientização em prol da sustentabilidade!

    Porque não aproveitar o momento e se conscientizar? Essa é a palavra.

    Desligue o monitor do seu computador, não coma carne ao menos uma vez por semana, saia de casa de bicicleta, recicle seu lixo, faça xixi no banho sei lá tem tanta coisa!

    Tanta atitude que muitas pessoas só vão conhecer a partir desse projeto…não é.

    Aos preocupados com a emissão de carbono que gera um evento desses eu lhes pergunto: sabe quanto 1 kilo de carne custa ao meio ambiente? http://tinyurl.com/2bxyty8

    Alguém já conhece o movimento #segundasemcarne?
    http://www.svb.org.br/segundasemcarne/

  • Quanto à questão da sustentabilidade, foi algo bem discutida na coletiva, e respondendo às perguntas dos participantes, os organizadores disseram várias vezes que o festival será 100% sustentável em tudo que está a seu alcance, como a reciclagem de todo o lixo e anular o máximo possível de emissão de carbono.

    Acho que antes de sair criticando sem ter informações é legal procurar saber como a coisa está sendo feita. Se realmente vai ser 100% sustentável eu não sei, mas vi de perto o quanto a produção do evento é séria e tá querendo fazer algo certo de verdade.

  • Altair

    Alex, realmente o tweet do Eduardo Fischer foi apagado.

    Mas o que dizer dessa prova? rs
    http://twitpic.com/photos/Eduardo_Fischer

    Acesse rápido antes que ele apague.

  • Willbour

    Olhei no site dos caras e embaixo do lado direito tem um twitter para seguir, onde diz que para cada seguidor será plantada uma árvore, achei isso bem legal e que “casa”com a proposta de que pequenas coisas farão grandes diferenças.
    Outra coisa que vi é que o site deles fala muito mais do movimento de sustentabilidade que do show, para saber a real o negócio é mesmo acompanhar o site deles e ver no que dá.

  • @Jackmout

    Pixies, né? Tô lá, certeza!

  • Pingback: Move That Jukebox! » Hot Chip e Phoenix no Planeta Terra 2010, Kings of Leon no SWU e 1001 especulações()

  • Lucas

    A noticia acima está em desacordo com o site do evento em que diz que o evento irá abrigar cerca de 300.000 pessoas, enquanto vocês disseram que abrigará 8.000.

  • Pingback: Move That Jukebox! » Novidades sobre o SWU: datas das venda de ingressos e possíveis confirmações de Sublime e Kings of Leon()

  • silva

    Porque não é explicado na midia o que significa SWU e qual o objetivo do evento????????????,precisei pesquisar na internet pra saber o que significava???????????????