Assista a “Ready to Start”, do Arcade Fire, ao vivo em Londres

Qualquer elogio ao Arcade Fire a essa altura é simplesmente “chover no molhado”. Até porque o Alex tá vindo aí com uma resenha caprichada do melhor disco de 2010, até agora. E apesar de todos colocaram a música “The Suburbs” como o grande destaque do álbum, minha preferida é a faixa seguinte, a intensa “Ready to Start”. Foi dela o vídeo tirado de um show em Londres e divulgado pelo El Mundo, da Espanha, que manda a notícia de que o clipe é oficial. Se é, de fato, ou não, ainda não tenho certeza. Mas quem se importa?



E aí, Arcade? E o Brasil?

[via]

6 Comentários para "Assista a “Ready to Start”, do Arcade Fire, ao vivo em Londres"

  1. Gostei bastante de Rococo, Empy Room, We Used To Wait e Ready to Start. Essa última é bem intensa, tipo uma Wake Up ou Intervention do disco, mas mais trabalhada.

    E o show do Madison Square Garden foi demais! Mesmo apenas vendo pelo Youtube…

  2. Pensei que só eu gostasse de “Ready To Start”…
    como é bom encontrar afinidades, me sinto melhor XD!
    é a primeira música que escuto pela manhã, já virou ritual…
    eu ainda em fase de “acordar”, e aquela bateria inicial me chamando “vamos lá?”
    a letra é muito boa, remete à minha infância!
    e já que citaram o Show do Square Garden,
    devo admitir que acompanhar esse show “ao vivo” me deixou em estado de transe e euforico!

  3. Não sei… mas a Régine Chassagne é tão encantadora(?) em Sprawl II que eu ainda não me recuperei (ou deve ser porque eu não tinha dado muita atenção á moça…).
    E quanto a album do ano até pode ser, isso se não sair o Tomboy do Panda Bear…

  4. The Suburbs a melhor??? Quer dizer a mais pop, talvez…
    pra mim a melhor disparada é we used to wait… depois vem ready to start, rococo e sprawl II empatadas.

    Melhor album do ano.

  5. Sem dúvidas, melhor álbum de 2010. Antes dele ser lançado, ficava com High Violet, do The National, mas a batalha é perdida (mas não deixa de ser ótima).
    Concordo que Ready To Start é a melhor música do disco, foi essa que me pegou de jeito para ouvir The Suburbs sem parar! Depois dessa, We Used To Wait e Rococo também merecem destaque.
    E o clipe… Como disse uma amiga “everything looks better in slow motion, specially Arcade Fire” =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *