O abismo entre a pista comum e a pista premium

A simples existência de uma pista premium em um show é o suficiente para prejudicar (e muito) a experiência de quem não está nela. Acho natural cobrar valores diferentes para lugares diferentes, mas desde que o lugar esteja marcado. É justo que a cadeira da primeira fila tenha um preço mais alto que a da última. Isso acontece em shows, teatros, esportes e todo tipo de atração às quais as pessoas assistem sentados.

Mas a pista premium é uma aberração. Na pista de um show, as pessoas andam e se movimentam, e se acumulam em uma densidade demográfica inversamente proporcional à distância do palco. Como a distribuição do público não é uniforme, sobra muito espaço no fundo da pista. Um abismo. Depois dessa lacuna, geralmente fica boa parte dos maiores fãs da banda em questão. Muitos deles podem ter dormido na fila ou chegaram bem cedo justamente para garantir um lugar lá na frente. Só que entre o público e o palco, por vezes rola um enorme espaço vazio, povoado por meia dúzias de pessoas que podem nem estar tão interessadas assim pelo show, mas que garantiram o ingresso da pista premium sabe-se lá por que. Anti-clímax total. Mas, obviamente, isso não é regra, e há também pistas VIPs lotadas de verdadeiros fãs do artista.

Pista Premium

Já fiquei colado na grade da pista comum, separado do palco por uma barreira de “nada”, e é desolador. Imagino que deve ser muito frustrante para as bandas ver esses buracos assim. Pensando como empresário, não há muito o que reclamar. O investimento para a criação de uma pista premium é só na barreira que a divide do “povão” e nos seguranças que vão ficar no meio do caminho. Considerando que o preço do ingresso é em média o dobro da pista comum, isso aumenta consideravelmente o lucro. E se tem gente que paga, por que não vender esses ingressos?

E fica até difícil falar em boicote. Como vou dizer para um super fã que ele deve perder a oportunidade (talvez única) de ver sua banda favorita de pertinho? Eu tenho uma lista de bandas (que conto nos dedos de uma mão) pelas quais eu poderia pagar um ingresso premium. Felizmente, não precisei fazer isso ainda. E depois de muito pensar, acho que cheguei a uma solução que ficaria no meio termo entre a necessidade de lucro do empresário e a possibilidade de compra de um privilégio por fãs mais devotos (ou de maior poder aquisitivo): em shows com pista, o ingresso de pista premium poderia dar direito à preferência na entrada. O portão abriria mais cedo para quem pagou mais caro e um tempo depois para o restante do público. Isso acabaria com o vácuo entre as pistas ao mesmo tempo que daria a oportunidade aos fãs que não tem tanto dinheiro disponível de chegar mais perto do palco. É claro que não seria tão simples, e há chances desse esquema dar errado, ou não ser de grande efetividade. Mas, se alguma produtora quiser testar essa ideia, fica aí a dica. Nem vou cobrar royalties.

Até lá, no entanto, continuo meu boicote pessoal às pistas premium, e na torcida para que minhas bandas favoritas não cobrem o o dobro para que eu possar chegar mais perto delas.

  • Eu só paguei pista premium pra ver um certo tiozão inglês. (Naquelas de “só pago essa grana toda por m show no dia em que o Paul vier a BH”.) Mas ter 1m90 faz com que a pista comum não seja uma experiência tão prejudicada assim.

  • Anna Lyvia

    Se no show da banda que sou fã a 3 anos tiver pista vip, eu compraria ingresso para ela…. Não acho certo, de forma alguma essa coisa de pista vip, mas… Eu sou mt baixinha e não enxergaria nada lá do fundão :/. Enfim, espero que não tenha pista vip.

  • Justin Case

    Olá a todos, acho que todos concordamos em que esse negocio de pista premium é totalmente absurdo e injusto. Eu tava pronto pra comprar o ingresso do Pearl Jam pra Novembro no Brasil, até que vi que vao por essa aberraçao no meio do publico. Resolvi fazer alguma coisa pra mudar isso, e criei um abaixo assinado pra envolver o Pearl Jam que sempre foi uma banda com histórico de ativismo nesse assunto, pois com toda a certeza, os musicos sao os primeiros prejudicados com essa jeringonça capitalista. Deixo entao o abaixo assinado pra quem quiser assinar, compartilhar, ou simplesmente responder pra dizer que eu sou um idealista e que essa ideia é ridicula:

    https://www.change.org/p/pearl-jam-exijam-aos-promotores-da-turn%C3%AA-brasileira-retirar-a-pista-premium